Capítulo 1: Expirar

Ela decidiu sair. Não sair como quem sai com o guarda-chuva, preparada para o que o tempo tem a oferecer nos minutos sem teto. Ela percebeu que estar preparada não tem nada a ver com ter escudos e que quem se previne não conhece chuva de verdade. Dali pra frente, quando o mar de nuvens negras a encurralar, ela será raio. E então, quando saciada a sede, seus pés voltarão a sentir as estrelas por baixo da terra molhada e as lágrimas terão lavado o que impedia a pele respirar.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.