Fica.

“Fica comigo essa noite que eu te faço feliz, finge que eu sou o amor que você sempre quis…”

Não precisa me falar eu sei, amor e companhia não foram feitos para serem implorados, mas é que eu não aguento mais te ver indo embora e agir como se isso não me afetasse, eu não consigo mais fingir que você é só mais uma pessoa que cruzou o meu caminho e que agora você precisa ir para que outra pessoa possa ocupar o seu lugar, esse é o problema eu não quero que você vá embora, eu não quero te perder, eu não quero conhecer outra pessoa, EU QUERO VOCÊ.

Só te peço uma coisa: FICA, mas fica com vontade. Fica do mesmo jeito que você ficou da primeira vez. Fica com aquele seu sorriso que é capaz de iluminar todos os postes de Nova Iorque. Eu só quero que você fique do meu lado, mas que ao mesmo tempo sua presença seja sincera.

Posso te contar um segredo? Eu tento te encaixar em tudo o que eu faço e fico imaginando como seria incrível te encontrar sem ter hora marcada, mas ao mesmo tempo eu tenho medo de realmente te encontrar por alguma esquina da vida e te ver na companhia de outro alguém.

Eu não aguento mais ver filmes românticos e usa-lós como desculpas das minhas lágrimas, eu não quero admitir para ninguém — nem mesmo para mim- que estou fraquejando, que deixei você bagunçar a minha vida, que eu penso em você, que eu sinto a sua falta, que eu me tornei tudo aquilo que eu sempre critiquei em todas as minhas amigas. Por outro lado, ninguém desconfia do poder das comédias românticas.

Hoje consigo compreender que as minhas amigas sempre estiveram certas quando demonstravam os seus sentimentos e que elas não eram “idiotas” como dizia, a unica idiota da história sempre foi eu que fugia dos meus sentimentos para preservar o meu coração.

Mas com você eu seria diferente, seria capaz de fazer tanta coisa. Seria capaz de admitir para o mundo inteiro que eu te amo. Seria capaz de admitir que apenas uma mensagem sua é o suficiente para mudar o meu dia. Seria capaz de me despir da máscara de durona. Seria capaz de me apegar sem pensar nas consequências. Seria capaz de fazer tantas coisas…

Mas é você quem eu peço a Deus todas as noites, é você quem eu gostaria que estivesse do meu lado agora falando sobre qualquer coisa e sem hora para ir embora, é você quem eu gostaria que segurasse na minha mão e falasse “eu estou aqui”. Se você estivesse aqui, eu não estaria escrevendo isso e nem me preocupando em qual seria a próxima vez que iria te ver partir.

É estranho dizer isso em voz alta: Eu te amo e somente por essa noite, fica comigo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Glorya Oldemburg’s story.