Louco, Neurótico, Caótico e Psicótico

Ora ora aqui estamos não é mesmo? Há um tempo tenho notado vários amigos aderindo à essa plataforma em que publicam seus escritos, ideias, reflexões e devaneios e pensei “Eita, vou canalizar minhas paranoias por aqui também”.

Mas antes de induzi-los às mais diversas crises existenciais, deixe-me apresentar ( se é que isso acrescentará algo em sua vida, se sim eu te aconselho a procurar ajuda médica).

Chamo-me William da Silva Caldeira, tenho 19 anos, capixaba de Vitória nascido no dia 12 de junho de 1997. Era um bebê gordo e assim permaneci até a pré-adolescência (gordo, não bebê). Além de fatores genéticos pratiquei muitos esportes nessa fase como natação, tae-kwon-do e futebol que contribuíram pra eu perder o outro Eu que dominava meu ser. Sou negro (há um tempo me considerava pardo, mas foi um longo processo).

Se tem uma coisa que sei é que sou cheio de incertezas, eu acho.

Como um típico geminiano, minha mente é um caos, mesmo. Acordo lendo sobre a plantação de sorgo no norte da Nicarágua e vou dormir após ver algum filme produzido no Irã. Tenho muita afeição por cinema, mas não chego a ser um cinéfilo, ‘pseudocinéfilo’ eu diria. Muito disso pelo fato de quando criança, por ajudar na padaria que meus pais tinham meu salário era alugar dois filmes por semana na locadora da esquina, além de assistir muita tv em geral o que também me influenciou a cursar Publicidade.

Hobbies a parte, minha mente é um tanto inquieta e a mercê de neuroses e inúmeras crises existenciais. Tive contato com muitas questões sobre a vida desde novo em livros, filmes e conversas com primos mais velhos, na verdade sempre fui muito curioso. Estou quase o tempo todo divagando e pensando sobre a vida, mas não chego a ser niilista (mentira sou sim), me distraio facilmente, mas quando foco em alguma coisa fico compenetrado.

Meus amigos me consideram um tanto perfeccionista, quer dizer, muito. Apesar de me considerar desorganizado, periodicamente tenho surtos de organização a ponto de separar minhas vestes por escala de cores no guarda-roupa. Tudo o que faço, quando me sinto motivado me dou completamente e quero fazer o melhor que posso, por isso tenho problemas pra trabalhar em certos grupos.

Sou muito ansioso e estresso-me facilmente, mas é algo que venho controlando há um tempo. Gosto muito de conversar sobre tudo e é um prazer pra mim, fico extasiado com uma boa conversa (meu ‘recorde’ foram 8 horas ininterruptas). No mais me considero muito sociável apesar de ser tímido quando estou num lugar com desconhecidos, mas logo passa. Acredito nas pessoas, mas com cautela, não me abro facilmente. Faço uma espécie de seleção pra ver se vale a pena ou não ter intimidade com alguém, a ponto de num certo período simular personalidades pra ver até que ponto a pessoa agirá em certas situações. Talvez seja um traço sociopata, talvez. Mas acredito nas pessoas e me considero um bom ouvinte e gosto de ajudar quem me cerca. No mais é só isso.

Paz.

Bom se você leu até aqui parabéns você é retardado, mesmo assim obrigado. É só um testículo biográfico pra falar sobre mim e alimentar meu narciso, quem não gosta não é mesmo? 
Mas, não percam os próximos textos, as definições de insanidade serão atualizadas.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated William Caldeira’s story.