Impulso


“Talvez essa seja a minha última carta de amor, já que ninguém escreve sobre algo que não acredita, ou que talvez não conheça.

Ou talvez essa seja, a minha maior declaração pelo amor que já vivi e que até hoje sinto o amargo.

Talvez eu devesse fica calado, porque mesmo que isso seja difícil e incerto, seu impulso pode levar nós dois.

Então me siga, e honestamente você verá que isso não passa de amor.”

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.