10 dicas para o sucesso de sua marca nas redes sociais

As conversas já estão acontecendo ao redor da sua marca, quer você participe ou não. Então, é melhor participar!

Quando bem utilizadas, as redes sociais podem se tornar uma importante ferramenta de negócios e relacionamento.

Mas afinal, como ganhar a atenção do público e aumentar o tráfego das suas redes sociais?

1. Tenha uma estratégia de marketing para redes sociais

Você não pode só postar algo “legal”, cruzar os dedos e esperar que alguém curta o seu post. Nem sempre é fácil gerar buzz nas redes sociais, você precisa de uma estratégia de marketing digital para isso.

O que você pretende atingir, qual o seu objetivo, e o que você vai fazer para chegar lá? Responder essas questões é o primeiro passo.

Respeite a psicologia de cada rede social.

Você será a mesma marca em diferentes redes sociais, mas precisa se adaptar ao contexto, seguindo uma estratégia em cada rede, que se adapte à forma como as pessoas se relacionam nela.

Qual é, afinal, o foco de cada rede social? Basta pensar para que elas foram criadas.

O Facebook serve para manter e criar relacionamento entre pessoas. Você quer se sentir parte de um grupo? Quer ter a aprovação dele? Gifs, vídeos, textão, textinho, imagens… tudo vale em busca de mais curtidas dos seus amigos ou fãs.

O Twitter é a rede social mais ágil, servindo para percepções e mensagens curtas. Quem está no Twitter tem a atenção um pouco mais dispersa e uma velocidade muito rápida. Ah, se algo bomba, vai bombar primeiro no Twitter.

O Instagram nada mais é que o Twitter com uma foto: agilidade e foco na imagem!

O Pinterest é um mundo a parte para quem gosta de ver e categorizar fotografias e ideias. Entrar com sua marca no Pinterest sem imagens ou ideias no mínimo deslumbrantes não vale a pena.

E o Linkedin é uma rede de relacionamento para quem quer alavancar a sua carreira ou se especializar em um tema de trabalho.

Lembre-se: você não precisa estar em todas as redes sociais. Não tenha mais redes do que você pode manter: qualidade é melhor que quantidade. Mas se estiver em alguma delas, lembre-se do propósito de cada uma.

2. Quem é o seu público?

Quem é e onde está o seu público? Faz parte da sua estratégia alcançar o público desejado, por isso, esteja só nas redes que seu público usa. Não adianta usar canais sendo que seu público não está nele.

O Facebook permite ao administrador da página direcionar sua publicação para grupos específicos de pessoas, com base em gênero, status de relacionamento, escolaridade, interesses, idade, localização e linguagem.

Além disso, serviços como Facebook Ads e Twitter Ads podem ajudar a impactar um público maior e mais específico.

3. Crie uma persona

Sua marca é um personagem e nas redes sociais deve se comportar como uma pessoa. Quem é este personagem? O que ele gosta, quais são seus gostos, qual é a sua história? Qual é a voz da sua marca? Descubra, explore!

Use essa nova forma de comunicação para falar com uma pessoa, ao invés de tentar falar com todo mundo. Não dê respostas impessoais e genéricas para todos que entrarem em contato, pense como seu personagem daria uma resposta bem bacana!

4. Relacionamento

Por que as pessoas estão nas redes sociais? Para se conectarem umas às outras. São redes de relacionamento. E é isso que você deve ter com sua audiência: um relacionamento.

Como sua solução torna a vida das pessoas mais fácil e o que ele faz as pessoas sentirem? Como sua solução une pessoas? Seus clientes pertencem a que grupo de pessoas?

Explore essas ideias, elas evocam emoções e te aproximam de pessoas.

5. Atenção ao conteúdo!

Um dos objetivos das redes sociais é criar e compartilhar conteúdo.

É importante que o conteúdo que você distribui seja relevante e, principalmente, que interesse à sua audiência.

Quais são as palavras-chave que descrevem sua marca, seu produto, seus funcionários, suas ideias, seus consumidores e o mercado em que você atua? Use essas palavras para buscar e gerar conteúdo de qualidade ao redor delas!

Atenção. Poste conteúdo de qualidade: O que a sua startup propaga na internet é a imagem que o consumidor terá dela. Não precisa você mesmo produzir o conteúdo, só fique atento à qualidade da fonte que o produz.

6. Seja visual na Redes Sociais

No Facebook e Twitter as postagens mais curtidas e que mais geram engajamentos são as visuais.

Se uma imagem vale mais que mil palavras, um vídeo vale por dez mil palavras. Lembra do silêncio na sala de aula quando o professor levava vídeos ou filmes? É a mesma coisa!

Em todas as redes sociais, a lógica é a mesma: imagens e vídeos atraem mais visualizações.

7. Converse!

Não é ótimo poder deixar a formalidade excessiva de lado e focar apenas nos laços com as pessoas?

Comece conversas com seus clientes. Responda perguntas e elogios e críticas, pergunte, incentive o diálogo! A interação entre os usuários é premissa para todas as redes sociais, por isso encoraje seu público a manter a conversação!

O diálogo ativo garante a continuação do relacionamento com o seu público. Cada interação com seu cliente ou potencial cliente ajuda a manter a sua marca nas mentes das pessoas.

8. Monitore as Redes Sociais

Alinhe o seu conteúdo com suas métricas e objetivos, usando as ferramentas de monitoramento de cada rede social.

Estruture suas mídias para que sejam canais de entrada para o seu site e blog, e que gerem leads e vendas.

9. Não tenha medo do lado negativo

É natural que a sua marca nem sempre faça as pessoas felizes e que elas tenham queixas com relação a ela. As vezes, as pessoas vão “xingar muito no twitter”.

As pessoas estão mais propensas para propagar uma crítica na internet do que um elogio e é exatamente por isso que você precisa estar presente nas redes sociais, para escutar as pessoas e tentar resolver o problema delas.

As redes sociais são pontos de opiniões, positivas ou negativas, e convergem informações, comparações e feedback para quem quiser encontrar o seu produto. Por isso, é bom ter um bom atendimento ao cliente nas redes sociais.

10.Cuidado com a publicidade nas Redes Sociais

Nas redes sociais, as campanhas devem buscar engajamento e não publicidade.

Não é legal oferecer seu produto logo de cara quando alguém segue a sua marca nas redes sociais, por isso, não fale só da sua marca. Isso é chato, isso é spam.

O que é melhor: se autopromover ou deixar que a comunidade te promova? Deixe a publicidade para seu público! As pessoas vão acreditar em você se seus consumidores falarem sobre seu produto! Incentive as pessoas a contarem histórias sobre sua startup.

Ouvir é regra de ouro nas redes sociais.

Seja humano, responda, converse, compartilhe, seja gentil, escute… e aí sim, fale um pouquinho da sua marca ou produto!

Curtir isso:

Curtir Carregando…

Relacionado


Originally published at www.bstorytelling.com.br on January 8, 2016.