Se por um lado existem relações abusivas, doentias, por outro, estamos na era das relações descartáveis. Alias, era mais descartável que esta não existe. Falta maturidade. A mesma que com o passar dos anos nos faz, por outro lado, dar peso real as situações e por aí, tornar o amor mais fácil.Tennessee Williams disse algo interessante sobre como todos nós vemos uns aos outros por lentes embaçadas pelos nossos medos, inveja, etc. Disse que ninguém vê ninguém de fato. Concordo que auto aprimoramento é tudo de bom. Mas que ele não seja resignação. E, no final as contas, concordo com minha madrinha, que dizia que “temos que encontrar os loucos da nossa enfermaria”. Vale para as amizades, para os amores e para os dois juntos, quando possível.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.