praia de iracema, 17h28 pm, 13/05/2017.

eu rezei

eu pedi a Deus e a Yemanjá

eu vi o tempo passar devagar, abri os braços e deixei o mar me levar

a água tapou os ouvidos e as batidas do coração ficaram tão audíveis quanto um solo de guitarra no meio da madrugada

queimou

o sangue corria nas veias e o pensamento voava longe

passou por você

parou

eu sempre vou parar quando passar por você

olha que coisa mais linda, mais cheia de graça

quero te tocar, te abraçar, quero falar pra cada pessoa presente nesse momento que eu te amo

que meu coração é teu

e que todas as minhas orações se resumem a uma única coisa:

você voltar

então, por favor,

eu que desde o término não te pedi nada, peço agora:

volta.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.