Os 5 hábitos mais importantes para atingir suas metas

Existem 4 habilidades que eu pesquiso com muita frequência para o meu trabalho como redatora: motivação, concentração, organização e disciplina.

Dentre todo o tempo em que eu leio livros, artigos, ebooks e sites especializados sobre isso eu cheguei a uma conclusão: hábitos são essenciais para desenvolver essas 4 habilidades chave para maior produtividade e rendimento.

E essa coisa de construir hábito e rotina se transformou num tópico muito interessante para mim, algo que gosto de ler sobre até no meu tempo livre.

E o que mais chama atenção sobre esse assunto é que nós todos somos formados por hábitos, rotinas e padrões de comportamento que não são apenas a maneira como agimos diariamente. Esses hábitos formam que nós somos. They shape who we are!

Quando queremos estabelecer novas metas para nossas vidas e criar novas rotinas (mais saudáveis, mais produtivas, mais felizes), nós nos esbarramos com a necessidade de mudança de hábitos.

E é aí que a coisa pega, já que hábitos são ações que são repetidas tantas vezes que se tornam automáticas. Mudar algo desse tipo é difícil.

Isso quando percebemos um hábito que precisa ser mudado para atingirmos uma meta. Grande parte de nós não consegue nem refletir sobre a necessidade de mudar algumas ações automáticas ou que algumas delas são prejudiciais para o nosso desenvolvimento.

Isso porque os hábitos e nossa forma de pensar muitas vezes estão intrínsecos. Pensamos de certa forma porque sempre agimos de certa forma. Até que isso mude é preciso muito autoconhecimento.

Hábito positivo: “efeito cascata”

Uma coisa que percebi é que é mais vantajoso apostar em desenvolver hábitos positivos e que têm efeito em outras partes de nossa vida do que necessariamente focar em metas duras e difíceis de cumprir.

Ter metas é bom, ter objetivos e sonhos é bom também. Eles são realmente o ponto inicial de toda mudança.

Mas eles só fazem sentido se você se desenvolver e criar uma vida diária que esteja em sintonia com essas metas e seus valores.

É por isso que hábitos que causam efeitos positivos tem muito mais poder transformador do que meramente dizer: em 2018 vou estudar fora do país. Esse tipo de meta é perigosa porque 2018 tem 365 dias, 52 semanas.

Então ao estabelecer sua meta e criar um plano de ação com datas e tudo o mais, acredito que vale a pena buscar desafios curtos de estabelecimento de hábitos que gerarão um “efeito cascata” positivo.

Isso quer dizer que, ao desenvolver esses hábitos, você naturalmente desenvolverá outros hábitos positivos que permitirão que você atinja sua meta estabelecida.

Então vamos lá descobrir esses 5 hábitos positivos que considero importantes para qualquer pessoa em busca desse efeito cascata.

1. Escrever

Escrever é um dos hábitos mais positivos que alguém pode desenvolver.

Escrever, seja em blog, em caderno ou agenda (ou até mesmo no Facebook ou em um grupo de Whatsapp) vai desenvolver em você outras habilidades importantes, como estruturar seu pensamento, desenvolver argumentos racionais e contar hisórias de maneira coerente. Além disso, escrever estimula seu processo criativo.

Em um mundo tão dependente da internet como o nosso, escrever é uma habilidade essencial. Quanto antes você se sentir confortável com isso, mais preparado você estará para participar ativamente deste mundo!

Além disso, se seu objetivo é aumentar suas chances de conseguir uma bolsa acadêmica internacional ou emprego fora do Brasil, saiba que cartas de motivação e cover letters são exemplos clássicos desse tipo de processo de seleção.

2. Ler

Ler é incrível. É uma experiência interessante em que você entra na forma de pensar de outra pessoa e descobre coisas e ideias novas.

Ler desenvolve sua concentração e permite que você adquira novas perspectivas sobre o mundo e a imaginação.

Se você acha que lê pouco, comece por assuntos que são interessantes para você! Não precisa começar difícil. Adquira primeiro o hábito de ler um pouco todo a mais todo dia.

E se você quer desenvolver um idioma, como o inglês, a leitura também é parte essencial desse processo de aprendizado. Quanto mais leitura, mais confortável você estará com o idioma.

3. Exercitar-se

O hábito de se exercitar não tem só efeito positivo no seu físico. Você não só ficará mais magro ou mais forte. E não só ajudará você a evitar algumas doenças.

O exercício físico também melhora sua energia, sono, concentração e capacidade de aprendizado.

Se você se exercita pouco, minha dica é começar fazendo o que gosta, de preferência com hora marcada.

Eu faço aulas de dança contemporânea. É uma coisa que tem hora marcada e que eu gosto muito. Além de me garantirem um conhecimento de dança (que eu amo), eu criei o hábito de me exercitar. Win win!

4. Praticar a “ignorância seletiva”

O hábito de praticar a “ignorância seletiva” é extremamente benéfico para diversas áreas da sua vida.

Ao consumir informação com moderação (ou até cortar ativamente o consumo de informação), você tem mais tempo para focar no seu autodesenvolvimento e em habilidades.

Sem contar que seu estado de espírito fica muito mais saudável, já que você não fica se preocupando excessivamente com informações que não alterarão em nada a sua vida em 99,99% dos casos.

Não é que você tem que ser um desinformado, mas experimente deixar de assistir TV depois do trabalho ou abrir cada link de notícia que compartilham com você.

Troque essa experiência por perguntar ativamente para algum amigo ou familiar o que aconteceu naquela semana enquanto estiverem conversando cara a cara.

5. Cozinhar

Como assim cozinhar é um hábito importante para minhas metas?

A verdade é que o ato de cozinhar gera hábitos importantes como: o quê você come e qual é quantidade de comida que você come, qual é o valor daquilo que come.

Isso gera um ato reflexivo e importante que desenvolve um alto senso de responsabilidade.

Antes de virar vegetariana, eu não sabia cozinhar nada e pouco me importava de onde vinha minha comida, o quanto eu comia ou o valor disso tudo para mim e para o meio ambiente.

Depois que passei a cozinhar, percebo que meu senso de responsabilidade se tornou maior. Além disso, tenho mais controle sobre minha nutrição e meus gastos.

Conclusão

Hábitos e metas caminham lado a lado. Para que suas metas sejam mesmo atingidas, é preciso focar em desenvolver hábitos positivos.

A dica é criar pequenos desafios de implentação de hábitos. Foque em desenvolver um ou dois hábitos de cada vez até que eles se automatizem. Permita-se falhar com um hábito, mas seja perseverante!

Você tem algum hábito que considera essencial para atingir suas metas? Compartilhe aqui nos comentários!