O que será que estão pensando de mim?
Gustavo Tanaka
27015

“Aceitar o fato de que as pessoas podem fazer objeção a você ou aquilo que você acredita. Entender que nem todos podem concordar. Ser independente também inclui não buscar por apoio dos outros para nossas crenças e sim acreditarmos por nós mesmos.” Ayya Khemã. O que não significa que tenhamos que ser ignorantes com as pessoas ou achar que o que acreditamos é mais verdadeiro do que o que outra pessoa acredita. Acho que é mais ou menos isso que o Elmo Do Val comentou sobre equilíbrio, é algo entre a compaixão e a sabedoria. Ou ainda, é como o amor, que não tem nada a ver com o outro é uma qualidade dos nossos próprios corações.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Yuri Rigon’s story.