Saçi ganhou uma perninha.
Uma pernoca.
Mas não adiantou de nada.
O som do seu saltitolar e dos seus redimunhos não mudaram nem um tanto sequer.
Continuou manco. Manço?
Uns disseram que foi erro do português — coitado do português. 
Mas talvez fosse mesmo o costume, aquele do fazer barulhinho de cobra vagando entre vogais. ai.
A perninha não mudou o Saçi.
Êta perninha inútil!