Encontro de gerações no sarau de lançamento de RicoChoro ComVida na Praça

Diversos músicos participaram de uma democrática roda de choro, ontem (16), na Quitanda do Chef. Foto: Zeqroz Neto

Após abrigar ao longo do segundo semestre de 2015 o projeto RicoChoro ComVida, o Barulhinho Bom voltou a ser, ontem, palco de uma roda de choro para ninguém botar defeito.

Sob nova administração e novo nome, agora Quitanda do Chef, o casarão à Rua da Palma, nº. 217, na Praia Grande, reuniu a velha e a jovem guardas do choro da Ilha, na noite de ontem, para o lançamento do projeto RicoChoro ComVida na Praça, que estreia neste sábado (20), na Praça Gonçalves Dias, às 19h.

Ricarte Almeida Santos agradeceu as presenças e destacou a importância da Lei de Incentivo à Cultura, patrocinador e apoiadores de sua nova produção. Foto: Zeqroz Neto

O DJ Ksyfux abriu os trabalhos sonoros da noite, desfilando sambas com pitadas eletrônicas. O produtor Ricarte Almeida Santos agradeceu a presença do público e dos músicos presentes, reafirmou a importância do choro e da valorização do gênero musical, além da importância da ocupação de praças públicas com eventos como o RicoChoro ComVida na Praça.

“Quero agradecer o patrocínio exclusivo e fundamental da TVN, que sempre apoiou nossas empreitadas anteriores, desde os tempos de Clube do Choro Recebe, no Chico Canhoto, até ano passado, com o RicoChoro ComVida aqui. Agora vamos para as praças e a TVN segue conosco, graças à Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Maranhão, uma ferramenta democratizante de acesso de artistas e produtores para a realização de projetos. Agradecemos também ao Governo do Estado do Maranhão, na pessoa de Vanessa Leite, secretária adjunta de Estado de Cultura e Turismo, que tem se mostrado sensível à causa”, afirmou Ricarte.

Diretor da TVN, Augusto Diniz reafirmou a importância de apoio a projetos como o RicoChoro ComVida na Praça. Ricarte agradeceu ainda aos parceiros que tornam possível a realização do projeto: Musika S/A, TV UFMA — que filmará todas as edições do projeto, transformando-os em programas de televisão –, Rádio Universidade FM, Rádio Timbira, jornal O Imparcial, Clube do Choro do Maranhão, ONG Nave e Eurica Produções.

Membros de diversos regionsi da Ilha, professores e estudantes da EMEM durante sarau de lançamento de RicoChoro ComVida na Praça. Foto: Zeqroz Neto

Uma roda de choro formou-se para anunciar o que serão, na prática, as edições de RicoChoro ComVida na Praça. Revezaram-se à mesa da grade roda de choro músicos como Luiz Jr. (violão sete cordas, diretor musical do projeto), Raimundo Luiz (bandolim), João Neto (flauta), Zé Carlos (percussão), Osmar do Trombone, Rafael Guterres (cavaquinho), João Soeiro (violão), João Eudes (violão sete cordas) e Nonatinho (percussão), entre outros, além de estudantes integrantes do Núcleo de Choro da Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo (EMEM), num importante e descontraído diálogo entre gerações.

No repertório, em clima bastante informal, clássicos do gênero, de nomes como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Ernesto Nazareth e João Pernambuco, entre muitos outros. Uma avant première para entrar para a história.

Programação completa de RicoChoro ComVida na Praça na fan page do projeto: facebook.com/ricochorocomvida