Florianópolis alcança 99,87% de eleitores com cadastro biométrico

A biometria era optativa nas Eleições Presidenciais de 2014, mas se tornou obrigatória neste ano em Florianópolis (FOTO: TRE-SC)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tornou obrigatório o cadastramento biométrico para as Eleições Municipais de 2016 nas cidades de Florianópolis, Joinville, Blumenau, São José e Palhoça. Somando o número de eleitores de cada uma destas zonas eleitorais, a biometria é necessária para cerca de 1,3 milhão de pessoas.

O prazo máximo para a regularização do título eleitoral em todo o território nacional era no dia 4 de maio. Em Florianópolis, havia dois postos de atendimento no Centro: um temporário na rua Engenheiro Newton Valente da Costa e na Central de Atendimento ao Eleitor, localizado na Avenida Rio Branco.

Mesmo com o sistema de agendamento pelo site do TRE-SC, os eleitores formaram longas filas durante o processo, podendo esperar até cinco horas para serem atendidos. Os locais de recadastro tiveram que abrir três horas mais cedo nas últimas semanas para atender toda a demanda.

Ao final do processo de cadastramento biométrico em Florianópolis, 315.861 pessoas conseguiram regularizar os seus títulos, número que totaliza 99,87% dos eleitores. Em contrapartida, 400 pessoas perderam o direito ao voto nas eleições deste ano, somando 0,12%.

A cobertura é uma parceria do Zero, Rádio Ponto e Jornalismo UFSC. Acompanhe a cobertura das Eleições 2016, ao vivo na Rádio Ponto, a partir das 8h de domingo (2): http://www.radioponto.ufsc.br/