Trovoa

Acordei de sobressalto e o meu coração queria parar. É uma angústia boa, um esperar latente e uma ansiedade quase frouxa. Eu tenho pressa. Pressa que você não passe, pressa de que as coisas corram e eu veja qualquer brecha de sentido. Eu quero ver amor. Qualquer coisa. Corro, esqueço de olhar pra os lados e quando percebo ainda não estou tão perto quanto gostaria. Você divide a vida e a música com outras mulheres. Eu me aborreço e querer desistir é recorrente. Mas do que desistir? Eu espero milagre, carta aberta. Eu espero qualquer confronto direto que possa me favorecer. Tem gosto de futuro, mas me lembra fracassos anteriores. Minha alma otimista respira em meio ao caos. Fica. Fica comigo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Ellen Rodrigues’s story.