Matt Dillon e o verão da liberdade
Hérica Marmo
257

Hérica, muito legal me identificar tanto em um texto seu. Estou exatamente nesse processo. Apesar de não ter a neura da cadeira de praia, estou passando por uma fase em que os pesadelos, na verdade, estão mais presentes na vida real que enquanto eu durmo. E, como morro de medo de demonstrar minhas fraquezas, tenho lutado ferrenhamente para escrever toda semana por aqui e voltar ao meu grande amor do colégio, que era expressar meus sentimentos por meio de textos. Vou te acompanhar por aqui e boa sorte. :)