_a uma certa madame (para Aureliano Medeiros e sua Madame Xanadu)

_queimastes teu cigarro em meus olhos
com verdades frias e odores cruéis

e com os teus delírios aprendi
sobre não me afogar em meu próprio sangue

se a dor do fim é inevitável
porque esperar que o mundo acabe com a gente

se nós podemos antecipar
o fim da dor do nosso mundo

e quando sair apague a luz:
estarei no fim do túnel do seu coração.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Rodrigo Sérvulo’s story.