Fonte: unplash.com

meu papel

minhas palavras acontecem.

sentada no meio fio da rua; na colisão de um ônibus.

elas abrem as asas na praia e pairam sob o oceano; ou estendem cangas na areia pra ver o amor passar.

as palavras, as minhas, nascem de um banho de cachoeira na mata verde florida; do sol de rachar o asfalto, da criança dando uns passos, da moça e o perfume do seu cabelo.

as palavras acontecem ao meu redor e eu as ponho pra dormir no papel.