Hoje

Essa noite eu te procurei em todos os lugares e gritei seu nome o mais alto que eu pude. Perdido nesse meu universo turvo e infeliz senti que precisa falar que o fim era também um começo, uma jornada além do que imaginamos.

Correndo cada vez mais longe eu ainda me sentia preso, todas as tentativas falhavam miseravelmente e eu não pensava em desistir. Meu lugar é longe de tudo o que passei ontem ou anteontem. Hoje eu corro para que amanhã eu esteja mais longe das correntes que me prendiam nesses vícios terríveis que eram ligados a velhas situações e pessoas.

Cada dia é um nível novo é interessante, como uma personagem de um jogo eu só tenho mais uma vida e se eu vacilar preciso reiniciar o mapa todo outra vez, então cada passo e ação são muito bem pensados para não cair em armadilhas escondidas no caminho.

Hoje eu procuro algo novo e ainda tento entender o que é, parece que está tão claro e só eu não consigo enxergar.


Esse texto faz parte da minha coleção chamada “A vida de Neon”. Nela contém textos e reflexões sobre minha vida e assuntos do meu cotidiano.