Conselhos de uma madrinha de casamento

Uma cartinha escrita por uma das nossas madrinhas logo após o casamento.

Logo que casamos recebemos um e-mail de uma das nossas madrinhas, o qual na verdade era uma cartinha cheia de conselhos que, com toda certeza, vou levar para toda vida.

Fiquei pensando muito se deveria ou não compartilhar com vocês, mas toda vez que leio tenho mais vontade de tentar fazer cada dia da minha vida de casada dar mais certo, tentar fazer meu marido mais feliz e as vezes eu até me emociono.

Então pensei:
Se esse texto faz tão bem para mim, por que não deixar 
que ele faça o mesmo para outras pessoas?

Por isso, aqui vão alguns trechos que ela nos escreveu. Claro que, como são trechos precisei fazer algumas adaptações, mas juro que não perdeu a essência de nada que foi escrito no original.☺


Eu não sei muita coisa sobre casamento e um casamento, obviamente, é diferente de outro, de outro e de outro. Mas aprendi muita coisa nesses meus anos de vida.

Daí, quando vejo vocês dando esse passo novo, fico pensando no quanto desejo que ele seja sempre bom… Só que a gente sabe que nem tudo são flores.

Aprendi que às vezes quando tudo parece fácil, fica difícil. Quando a gente menos espera a vida dá rasteiras. Que a gente só começa a se irritar com defeitos depois que já está completamente acostumados com eles, porque sempre vai aparecer um novo. Que a grana nem sempre dá pra tudo, que as escolhas nem sempre coincidem e que ceder às vezes é, sim, um saco.

De tudo isso aí que eu aprendi o MAIS LEGAL foi que não importa o tamanho do problema quando a gente está mesmo junto, quando a gente fecha os olhos por um segundo e pensa que está com a pessoa certa. (…)

Muitos problemas não são resolvíveis. Nós somos humanos e não podemos apenas ir lá e colar qualquer coisa que se quebre, mas o importante é se cuidar para remendar cada buraquinho, se respeitar, se amar e se aceitar. E no fim algumas vezes vocês irão achar que o remendo deixou tudo mais decorado, mais bonito.

Com o tempo a gente também percebe que nem todo defeito nasce pra ser corrigido, muitos deles aprendemos a amar tanto quanto (ou até mais) do que as qualidades.

Mesmo quando as coisas ficam monótonas ou difíceis é preciso se esforçar pra manter um no outro a admiração, o carinho, o tesão e o respeito que os fizeram se escolher. Não por ter a obrigação de fazer dar certo, mas apenas porque o amor faz a gente ter certeza de que tudo pode ficar certo! Não que dá pra viver de amor, mas com ele fica mais fácil.

Desejo que vocês não precisem enfrentar dias ruins, doenças, perdas, problemas de família, saudades, ciúmes, inseguranças, dúvidas ou dores. Mas se a vida lhes servir tais coisas, não se privem, não se omitam, apenas sintam cada pedra no caminho e cresçam com elas.

Nunca se esqueçam de porque vocês chegaram onde estão, como estão. A vida é feita de cada pequena história que colecionamos no caminho, as comédias, os dramas, as ações e até as ficções (aquelas que surgem quando a gente fica fazendo planos que parecem longe, mas que são seus).

Desejo que vocês se deem liberdade de ser quem são, tenham respeito pelas mudanças que a vida traz, paciência pros dias difíceis, entrega nos momentos bons, realização pros sonhos malucos, risadas nos dias nublados, choro de emoção, ombro amigo pro peito apertado, cuidados para as gripes fortes, maturidade para as decisões difíceis e amor de sobra para todo segundo.

Lembrem que agora são filhos de duas famílias — e que são filhos muito antes de serem marido e mulher e que isso nem sempre é fácil!

Desejo também que vocês tenham bichinhos, manias, tradições, ritos, pratos prediletos, lugares especiais, piadas internas, sinais secretos, segredos vergonhosos que só vcs dois saibam, momentos constrangedores pra colocar na roda dos amigos, músicas inventadas, musicas favoritas e filhos (os filhos…não quero colocar pressão, mas vcs sabem que eles serão absurdamente lindos, né?).

Que vocês não se esqueçam que estarem felizes individualmente é essencial pra estarem felizes a dois, que nem sempre vocês vão suportar ou amar as mesmas pessoas, que empatia é fundamental, que o lazer é essencial e que dentista, plano de saúde e plano de previdência são um saco, mas tem que ter. (…)

(…) É engraçado como a gente aprende a reconhecer cada mínimo sinal da outra pessoa com o tempo. Vocês já devem reconhecer vários um do outro. Reconheçam esses sinais e os respeite! Eles são muuuuiitto úteis pra escolher se é hora certa de falar algo que pode ser polêmico (hahahahaha).

Eu não poderia estar mais feliz de ver duas pessoas juntas do que eu estou depois de participar da união de vocês. Sinto vocês como parte da minha vida, da minha família e espero de verdade que saibam que podem sempre contar comigo!

Se façam felizes, sempre.

Amo vocês. ❤


Como comentei, essa carta foi escrita pela nossa madrinha, a Gabi e só tenho que agradecê-la por ter dedicado um tempo para nos escrever essas palavras tão lindas.

_ Gabi, ter uma pessoa como você em nossa vida é um presente maravilhoso que Deus nos deu.

Espero que esse texto também possa inspirar vocês. Abraços!

Se você gostou desse post, curta nossa página no Facebook clicando aqui.