Abcred completa 15 anos e representa principais operadores brasileiros de microcrédito

A Abcred — Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças completa 15 anos de fundação, representando 31 OSCIPs que realizam microcrédito produtivo e orientado no país. Em 2016, essas entidades atenderam mais de 3,2 milhões de clientes. A Abcred também conquistou representatividade perante os governos e os principais agentes nacionais e internacionais que atuam no setor.

O atual presidente da Associação, Almir da Costa Pereira, destaca a atuação da Abcred a favor de uma política pública de apoio ao setor de microcrédito e ao empreendedorismo popular, com destaque para a formulação da lei 11.110/2005 que instituiu o PNMPO — Programa Nacional de Microcrédito Produtivo e Orientado.

Política pública e parcerias — Foto: Divulgação/Abcred
“Outras conquistas foram as parcerias com instituições globais, como SEEP Network, Mix Market e Oikocredit, além de entidades nacionais, como o BNDES e o Sebrae. O network é fundamental no desafio de expandir as microfinanças no Brasil pois os projetos são realizados em parcerias que agregam investimentos, conhecimento e experiências”, afirma Almir.

Rating
Essa interlocução com diversos agentes e iniciativas como a realização do rating social e financeiro ajudaram a melhorar o ambiente de atuação para as entidades associadas. O projeto de qualificação financeira e social (rating) contratado com a Microrate Latin America avaliou o trabalho de 21 OSCIPs. “Em 2015, o Banco da Família passou pelo rating que teve apoio da Abcred. Fomos bem avaliados e isso abriu portas para o Banco. Hoje, as instituições que têm recurso têm procurado o Banco da Família”, diz Geórgia Schmidt, do BF, de Lajes, SC.

Valores
A Abcred tem papel importante na difusão, entre as entidades associadas, de valores como cooperação, associativismo, compromisso com a ética e também de práticas baseadas no profissionalismo. “A Abcred organiza, congrega instituições microfinanceiras para desenvolver estratégias, melhores práticas dos seus dirigentes, dos seus conselheiros”, afirma o vice-presidente, José Paes de Oliveira Neto.

Valores como cooperação e profissionalismo — Foto: Divulgação/Abcred
“A Abcred organiza, congrega instituições microfinanceiras para desenvolver estratégias, melhores práticas dos seus dirigentes, dos seus conselheiros”, afirma o vice-presidente, José Paes de Oliveira Neto.

Qualificação e autorregulação

Outro avanço foi o programa de qualificação, como a realização do curso de governança e os seminários, possíveis pelo projeto firmado com o BNDES e SEEP Network. O projeto de autorregulação do setor também é apontado como uma grande conquista por Ido José Steiner, diretor administrativo da Abcred.

Qualificação e confiabilidade — Foto: divulgação/Abcred
“É um caminho que nos dá mais segurança do ponto de vista de leitura do setor, mas principalmente aumenta a confiabilidade para terceiros, para aqueles que fazem com que a gente consiga captar recursos para atender pequenos e microempreendedores”, destaca Ido.

Intercâmbio
Segundo Cristiano Mross, diretor financeiro e ex-presidente da Abcred, outra ação importante foram os intercâmbios realizados com o Peru, a Bolívia, o Equador, Colômbia, Foromic (BID) e Conferência Global da SEEP (EUA). Essas trocas de experiências “permitiram conhecer os modelos de autorregulação desses países que contam com um ambiente favorável para o desenvolvimento das microfinanças”, afirma Cristiano.

Desafios atuais
Segundo Cristiano, entre os desafios atuais da Abcred estão: concluir o processo de autorregulação do setor; continuar defendendo os interesses dos associados, o acesso a funding e investindo na formação e capacitação do quadro de colaboradores e na governança das associadas; ampliar a rede de parcerias atuais e divulgar informações do setor; atuar na melhoria do ambiente jurídico, principalmente nas questões trabalhistas e tributárias. “Prá que isso aconteça, vai ser fundamental que a associação busque novas fontes de recursos, seja entre os parceiros e principalmente com a prestação de serviços para associados e demais participantes do segmento”.

Intercâmbios para a autorregulação — Foto: Divulgação/Abcred
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.