Inadimplência no microcrédito cai para 3,65% em 2016

O índice de inadimplência dos clientes de microcrédito caiu de 4,23%, em 2015, para 3,65%, no ano passado. O dado é a média do desempenho de 28 OSCIPs filiadas à Abcred — Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças.

Apesar da crise, cresceu o número de clientes atendidos. Com a perda de empregos, mais pessoas passam a trabalhar por conta própria e há um aumento de demanda por crédito. Segundo Geórgia Schmidt, do Banco da Família, de Lajes, SC, a dificuldade nesse cenário é lidar com o risco de aumento da inadimplência.

Geórgia: mais eficiência na análise — Foto: Arquivo Pessoal
O Banco da Família teve crescimento de 21% na carteira em 2016. “É percebido que vêm créditos um pouco mais complicados para ser atendidos. Então a gente acaba, nesse momento de crise, tendo que melhorar a eficiência da análise, na escolha desse cliente, para não endividar as pessoas. A gente monitora o ticket médio, mantendo a pulverização, o atendimento aos pequenos”, afirma Geórgia.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.