A land of stark contrasts: visions of Portugal | Uma Série De Viagens

By Helder Toste, BK’16

The author reflects on a series of journeys by plane, train, and car across Portugal, focusing on the rich diversity and the colorful customs, traditions, and imagery that make Portugal one of the most incredible places on earth.

ORIGINAL

Abraçando o mar Atlântico, Portugal é uma nação de grandes contrastes, desde as montanhas verdes do Norte até ás praias brancas do sul, Portugal é um lugar realmente mágico. Anda depressa! O elétrico amarelo está a passar! Eu estou sentado atrás, as ruas pedradas e estreitas de Lisboa passam, e o eléctrico avança calmamente entre as colinas da cidade até ao Castelo de S. Jorge. Aqui no miradouro toda a Lisboa se revela, a Ponte vermelha 25 de Abril vê-se à distancia, mais pertinho a grande Praça do Comércio abre o coração da cidade. Casas brancas, tetos vermelhos, os campanários das igrejas, o cheiro rico do mar, e o rico sol tornam Lisboa num lugar de verão perpétuo.

A duas horas de Lisboa na direção da fronteira com Espanha encontra-se a cidade de Évora, fundada pelos romanos, erguida sobre um monte fortificado. No centro de Portugal numa região que se chama Alentejo, encontramos o templo romano dedicado a Diana, praças pequenas, casas lindas, parques verdes e a música da guitarra que silenciosamente se escuta por toda a cidade. Uma capela feita dos ossos dos frades mortos, aquedutos abandonados, uma grande Catedral Gótica, plantações de cortiça, e o sabor do azeite de Oliveira definem este maravilhoso lugar.

O mar azul mais azul que se pode ver, a praia mais branca que poder existir, e as pedras mais coloridas que podemos encontrar, isto é o Algarve! Por aqui podemos ver turistas bronzeados que nos fazem lembrar a cor dos mariscos do Atlântico. Se por aqui nadamos bem, ainda comemos melhor. Polvo, bacalhau, lapas, lagosta, camarões, e um copo de vinho branco é o necessário para vivermos bem. Gelado? Não se diga mais! Aqui encontramos dezenas de sabores, e até uma espreguiçadeira para dormir uma sesta. Uma vida Mediterrânea que anda lentamente, o Algarve é a terra ideal para descansar, beber, e comer.

Avançando até ao nosso destino final, no norte do país vamos encontrar uma terra cheia de tradição com monumentos erguidos em homenagem a Deus, de uma tradição católica que até aos dias de hoje une os portugueses. Desde o Mosteiro de Alcobaça, ao Castelo-Claustro de Tomar, e á Basílica de Nossa Senhora de Fátima aqui encontramos uma terra de peregrinação e de fé. Também nos podemos surpreender com uma das universidades mais antigas de todo o mundo. A Yale de Portugal, Coimbra e a sua universidade são testemunho do legado de educação que é tão importante para os portugueses. Um povo inovador, explorador, e dedicado a empurrar os limites do mundo, aqui encontramos a origem de tudo isto.

Finalmente encontramo-nos na região do Porto. Aqui tudo começou. Desde a fundação de Portugal no ano 868 em Guimarães é aqui que encontramos aquilo que faz Portugal famoso por todo o mundo. O Rio Douro com o grande vale que hoje produz o vinho do Porto, um vinho que se encontra por todo o mundo e que com o seu sabor doce seduz um grande numero de pessoas. A terra de azulejos azuis, a cidade do Porto é uma das cidades mais coloridas de Portugal. Casas de todas as cores, balças com barris de vinho no rio que corre entre a cidade, e a famosa Torre dos Clérigos (uma grande espiral de onde se pode ver toda a cidade do Porto) tudo isto define este lugar maravilhoso.
Portugal é um pais incrivelmente variado, rico, histórico, e mágico, situado a beira-mar, é uma das grandes portas do mundo. Este país não é só a terra onde o meu pai nasceu mas também é um país que tem um lugar especial no meu coração. Apesar desta ser a ultima vez que vou escrever sobre Portugal para a revista “Accent”, eu recomendo vivamente que vão conhecer Portugal, pelo qual ficarão totalmente apaixonados.

TRANSLATION

Hugging the Atlantic Ocean, Portugal is a nation of great contrasts; from the green mountains of the North down to the white sandy beaches of the South, it is a magical place. Hurry! The yellow tram is passing by! I find myself sitting in the backseat; the narrow cobblestones of Lisbon pass by as the tram moves slowly through the city’s hills until it reaches St. George Castle. From this viewpoint all of Lisbon reveals itself: the red bridge known as the 25th of April can be seen in the distance, and, more closely, the large Plaza of Commerce which exposes the heart of the city. White homes, red roofs, church bells, the delicious smell of the ocean, and the bright sunshine make Lisbon a place of perpetual summer.

A few hours outside of Lisbon, toward the Spanish border, we come across the city of Evora. Founded by the Romans, it is perched on a fortified mountain. Here in the heart of Portugal, in a region known as the Alentejo, we find a Roman temple dedicated to Diana, small squares, adorable homes, green parks, and the sound of guitars playing quietly throughout the city. A chapel made of the bones of deceased monks, abandoned aqueducts, a great Gothic cathedral, cork tree plantations, and the taste of olive oil define this place.

The bluest sea you could ever find, the whitest beaches that could ever exist, and the most colorful stone you could ever see — this is the Algarve! Here you find sunburned tourists, like the red-colored seafood that comes from the Atlantic. Here, it’s fun to swim but even more fun to eat. Octopus, cod, mussels, lobster, shrimp, and a glass of white wine is all you need to live happily. Ice cream? Not to worry! Here you’ll find dozens of flavors and even a hammock to rest in. Embracing a slow Mediterranean existence in the Algarve is the ideal place to relax, drink, and eat.

As we move towards our final destination in the North of the country, we find a land filled with tradition. Here, monuments to God continue a long Catholic tradition that to this day unites the Portuguese people. From the great monastery at Alcobaça, the castle-cloister of Tomar, and the Basilica of our Lady of Fatima, we find a land of pilgrimage and faith, and also one of the world’s oldest universities. The Yale of Portugal, Coimbra University stands as a testament to the legacy of education that the Portuguese value highly. A people dedicated to innovation, exploration, and to pushing the limits of the known world, here is where we find our origins.

Finally, we find ourselves in Porto, where everything began. From the establishment of Portugal in 868 in Guimarães it is here where we find the thing that makes Portugal famous around the world: the great Douro River that creates the great valleys producing Port wine, a wine that is served around the world and whose sweet taste seduces palettes. The land of bright-blue tiles (azulejos), the city of Porto is one of the most colorful in all of Portugal. Multicolored homes, boats with barrels of wine drifting along the river that winds through the city, and the famous Tower of the Clerics (a great spire where you can see all of Porto) are some of the things that characterize this city.

Portugal is a country that is incredibly varied, rich, historic, and magical, situated next to the sea and historically one of the great gateways to the world. This country is not just where my father was born, but is also a nation that holds a special place in my heart due to the many wonderful memories I have made there. Even though this is the last time I will write about Portugal in Accent, I urge you all to go and visit Portugal because through its vibrant traditions, hospitable people, and its incredible cuisine, you, too, will become enamored by it.

Like what you read? Give *accent a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.