9 Desculpinhas que Você Não Deve Dar Para Migrar Para UX Design

Aela.io
Aela.io
Sep 19 · 11 min read

Você até quer migrar para UX Design, mas quando pensa no assunto surgem vários poréns? Nós sabemos que mudanças não são fáceis, ainda mais quando trata-se de carreira. Mas não se prenda a motivos que na verdade são desculpas para você não alcançar o que deseja. Confira neste artigo as 9 desculpinhas que você deve parar de dar para migrar para UX Design.

9 Desculpinhas para não migrar para ux design cover
9 Desculpinhas para não migrar para ux design cover
Photographer: Caleb Woods | Source: Unsplash

Você deseja migrar para UX/UI Design?

Durante a semana do dia 28/11 a 08/12 acontecerá o último Workshop desse ano “Migrando para Product Design (UX/UI)”. 100% Online e Gratuito!

Participe e descubra os passos necessários para decolar sua carreira e conheça as diversas oportunidades no mercado nacional e internacional. Inscreva-se aqui: bit.ly/migrandouxui


Passar por mudanças não é um processo fácil. Requer, entre muitas coisas, coragem para sair da zona de conforto.

Ainda mais quando falamos sobre mudança de carreira e a possibilidade de migrar para UX Design. Há pessoas que já estão consolidadas em suas profissões, e tem dificuldade em sair de sua zona de conforto, por mais que seu trabalho esteja lhe fazendo infeliz.

Por conta desse medo, é natural criarmos em nossas mentes alguns motivos que nos impedem de fazer a mudança. Tais motivos não são nada além de desculpas que usamos para nos “proteger”.

Neste artigo iremos desmistificar algumas das “desculpas” mais comuns que ouvimos de pessoas sobre migrar para UX Design. Confira!

Você sabe os motivos que fazem do UX Design a melhor profissão do mundo? Confira este artigo, descubra tudo e migre agora mesmo!

1) Eu Não Tenho Background em Design

Talvez este seja o primeiro pensamento que vem à cabeça das pessoas que pensam em migrar para UX Design.

A preocupação de se ter um Background em Design faz sentido e é normal, mas a verdade é que você não precisa de um Background para migrar.

Muitos de nossos alunos do MID vieram de Backgrounds diferentes e confirmam que não terem passado pela área de Design não interferiu em suas mudanças de carreira. Na verdade, até comentam que o Background diferente é super positivo para o papel que desempenham hoje, como UX Designers.

“Eu sou formada em psicologia, cheguei atuar na área por um tempo, mas não era exatamente o que eu queria. Então, decidi mudar completamente e fui para a área de Design. Depois fui entender em outras experiências, que meu background não importava tanto assim, e que aliás, no mercado externo, um conhecimento em psicologia é muito valioso.” Inis Leahy

Ainda, uma pesquisa feita pela InVision, comprova que os Backgrounds diferentes são muito bem vistos pelas empresas e pelos gestores das equipes de UX. Mais especificamente, dentro do público pesquisado, as experiências mais desejáveis em um Product Designer são:

  • Gerenciamento de Produto;
  • Engenharia;
  • Business;
  • Marketing.
2019 Product Design Hiring Report

Portanto, não possuir um Background em Design não é impeditivo para migrar para UX Design e pode ser até uma vantagem competitiva!

Você ainda tem dúvidas sobre precisar de Background em Design? Confira esse artigo e fique tranquilo!

2) Eu Não Tenho Mais Idade Para Migrar Para UX Design

The bench
The bench
Photographer: Bruno Martins | Source: Unsplash

A idade é sempre um fator preocupante para qualquer mudança em nossas vidas. Principalmente quando o assunto é carreira e vida profissional.

É comum encontrar pessoas que se sentem desmotivadas e infelizes em suas profissões mesmo já tendo trilhado um longo caminho em sua carreira, e por isso se sentem “velhas” demais para fazer uma mudança.

Mas o que é estar “velho” demais para mudar?

Talvez o cuidado que se deve ter é refletir bastante sobre a mudança que você quer fazer e traçar um plano bem estruturado. Mas a questão da sua idade não deve te paralisar de alcançar seus objetivos.

É verdade que não há idade certa para mudar de emprego, mas entendemos que toda decisão com relação à isso deve ser bem pensada.

Não há estudos que indiquem uma idade correta para se trabalhar com UX Design. O que importa, e isso vale para todas as pessoas de todas as idades, é a sua dedicação para realizar a mudança. O quanto você está determinado a migrar para UX é o mais importante.

Portanto, a idade não é uma desculpa para não realizar esse movimento. Nosso aluno Jey Castro migrou para UX com 40 anos! Confira a entrevista que fizemos com ele e inspire-se!

Migrar para UX tem sim muitos desafios, mas eles não são impossíveis de serem superados. Confira aqui os 5 maiores desafios que você irá encontrar ao migrar para UX e saiba como encará-los!

3) UX É um Assunto Muito Difícil

Photographer: Hal Gatewood | Source: Unsplash

Quem não conhece o UX Design pode achar que seja igual a Ciência de Foguetes.

Mas a verdade é que UX Design não é um bicho de sete cabeças. Assim como qualquer assunto que você queria dominar, é necessário dedicação e bastante estudo. Não há atalhos.

Existe uma infinidade de conteúdos completos e muito interessantes disponíveis em formato de artigos, videos e cursos. Você com certeza consegue aprender UX Design, caso seja o que realmente deseja.x

“Depois de pouco tempo, soube que queria ir para UX/UI e passei a procurar formas de me especializar. Peguei vários materiais para estudar, participei de mais Workshops, criei um círculo de contatos dessa área e entrei em uma pós-graduação. A partir do momento que decidi que queria mudar, fui atrás de fazer isso acontecer. É trabalhoso mudar de área, tem entrar de cara, estudar bastante e ter muita motivação. Mas vai sem medo, porque vai dar certo!Juliana Nieri

Migrar para UX Design não é impossível. Tudo vai depender da sua dedicação e da sua vontade de fazer acontecer.

Você quer ler mais depoimentos inspiradores de nossos alunos? Confira todas as entrevistas aqui!

4) Eu Não Tenho Ninguém Para Me Ajudar a Migrar

Photographer: Alekon pictures | Source: Unsplash

A sensação de estar sozinho é realmente assustadora. Parecer que estamos fazendo algo que ninguém mais faz abala a motivação. Por isso, dizer que não há ninguém para te ajudar a migrar para UX é uma desculpa comum.

Mas um ponto importante a ser analisado nessa desculpa é: você quer alguém para te ajudar ou alguém para fazer por você?

Se você procura alguém que faça as coisas por você, não será possível. A caminhada é sua, e a dedicação e a determinação devem vir de você. Como já avisamos mais acima, não há atalhos, mas migrar para UX não é impossível.

Caso você pense que não há ninguém para te ajudar, você se engana. Existem muitos grupos e comunidades de UX Designers pela internet. Você pode, inclusive, atualizar e usar o seu LinkedIn para estabelecer conexões e fazer networking. Na verdade, essa é uma prática muito importante para você começar a sua carreira.

Um exemplo de comunidade que podemos dar é a dos alunos do nosso Bootcamp Master Interface Design. Lá, há o compartilhamento de informações, dúvidas, conquistas e ajuda. É realmente algo enriquecedor para quem está trilhando o caminho do UX Design.

Depoimentos dos alunos sobre a comunidade MID

“Para mim, o mais importante é a comunidade. É poder falar com pessoas que estão vivendo aquele sonho com você e poder ouvir experiências. Isso faz toda a diferença.Maria Resende

“A comunidade dos alunos do MID é sensacional. O incrível é que todo mundo é ativo na troca de conhecimento e informações, e isso me agrega muito, até hoje.” Daniel Hidelbrandt

“Acho que o que mais contou do MID foi a comunidade. Eu vivia várias situações nas quais me sentia frustrada com o mercado e percebi que lá também haviam pessoas nesses cenários e conversávamos sobre como resolver esses problemas. A troca de informações e conhecimento com os mentores e alunos de diferentes níveis me trouxe bastante tranquilidade.Daiane Thomé

“Sobre o MID, uma coisa que vejo com muito valor é a relação com outros profissionais, os quais muitas vezes moram fora do Brasil. Eles participam bastante da comunidade e trazem as tendências do mercado para nós. Acho que isso ajuda bastante a conseguir avaliar o meu trabalho.Leonardo Spolador

Você sabe como melhorar o seu perfil no LinkedIn? Confira essas dicas e atualize já o seu perfil!

5) Eu não tenho tempo

alarm clock
alarm clock
Photographer: insung yoon | Source: Unsplash

A desculpa da falta de tempo ronda diversas situações das nossas vidas. Não temos tempo para ir a academia, para fazer dieta, para sair com os amigos e etc.

Mas na realidade é tudo uma questão de saber suas prioridades e trabalhar com elas. A falta de tempo é uma desculpa para quem não tem vontade.

Se seu desejo de verdade é migrar para UX, você vai arranjar tempo para estudar, para fazer networking e para procurar oportunidades de trabalho na área.

Além disso, os conteúdos disponíveis não possuem prazo de validade, eles sempre estarão na internet.

O nosso curso MID, por exemplo, é um curso online onde é possível que você faça seus próprios horários. Ele se adapta a você e não o contrário.

Por isso que a falta de tempo realmente nada mais é do que uma desculpa, não sendo impeditivo para você migrar para UX.

6) Eu Não Sei Programação

Light Work
Light Work
Photographer: Émile Perron | Source: Unsplash

Quando falamos sobre UX Design pode surgir a impressão de que é necessário saber sobre programação para migrar para a área.

Mas não é bem assim.

Dependendo da empresa e cargo que você ocupar a programação será importante como UX/UI Designer, no sentido de conseguir dialogar com os desenvolvedores. No caso de cargos de liderança, onde haverá esse contato maior e próximo com programadores. Mas mesmo assim, você não precisará programar. A não ser que você queira se tornar um programador.

O fato é que quanto mais conhecimento você tiver, melhor para o seu desenvolvimento como profissional. Mas o fato de não saber programação não é algo que te impede de migrar para UX Design.

Portanto, não se preocupe, você não precisa se tornar um programador para conseguir migrar para UX Design.

Você quer saber a opinião dos nossos mentores Jon e Felipe sobre programação? Confira este artigo!

7) Eu Não Sei Se Vou Ter Trabalho Na Área

Quando falamos sobre mudanças de carreira, uma preocupação natural é se o mercado de trabalho está favorável para aquela profissão.

Com relação a isso, você pode ficar tranquilo porque a área de UX está crescendo exponencialmente.

A NN/G — considerados os pais do UX Design — fizeram um estudo que prevê 100 milhões de pessoas trabalhando com UX em 2050.

Outra pesquisa, feita pela InVision, mostra que 70% dos líderes aumentaram suas equipes de UX nos últimos anos. Além disso, espera-se que as equipes aumentem ainda 21% nos próximos anos.

Adicionalmente, na mesma pesquisa, os entrevistados disseram ser abordados com mais frequência por recrutadores:

  • 81% dos entrevistados são abordados por recrutadores todo mês;
  • 34% são abordados semanalmente;
  • 61% afirma que estão sendo procurados com mais frequência.

Dessa forma, não se preocupe. O mercado de UX está bombando e migrar para essa área significa ter grandes oportunidades!

Você quer saber mais sobre o Boom do UX Design? Confira tudo aqui!

8) Eu Não Quero Dar um Passo pra Trás na Carreira

Focus
Focus
Photographer: H A M A N N | Source: Unsplash

É verdade que para começar outra carreira talvez seja preciso parar, planejar e viver como um iniciante, por um tempo.

Contudo, o foco não deve ser no número de passos que você acha que está dando para trás, mas sim no quanto que a carreira de UX está bombando e que você pode crescer bastante em pouco tempo.

Alunos do nosso curso MID conseguiram migrar em poucos MESES! Em quantas outras profissões isso é possível?

“Eu entrei no curso em dezembro de 2018… Em março, eu sai da Netshoes e em abril eu já comecei a trabalhar nesse emprego novo. Acabou sendo rápido mesmo, em menos de 6 meses eu consegui migrar para UX.” — Diogo Alvarez

“Eu vi o anúncio do Bootcamp Master Interface Design (MID) em Agosto de 2018 e comecei a fazer o curso nesse mesmo período, provavelmente no final do mês. Consegui minha vaga atual em sete meses!” — Thiago Alves

Além do Diogo e do Thiago, podemos citar o exemplo da Fábia Coelho. Ela conseguiu 2 oportunidades em UX Design no período de apenas 1 ano.

Você acha impossível migrar para UX em menos de 1 ano? Confira este artigo e inspire-se!

9) Eu Não Tenho Dinheiro

Cute piggy bank
Cute piggy bank
Photographer: Fabian Blank | Source: Unsplash

Se você está pensando em migrar para UX Design, um dos primeiros pensamentos que pode passar pela sua cabeça é: Eu não tenho dinheiro para investir nessa nova carreira.

A verdade é que para certas mudanças em nossas vidas, realmente se faz necessário investir alguma quantia grande de dinheiro.

Contudo, este não é o caso para quem quer migrar para UX Design.

Ao contrário do que se pode imaginar, para uma carreira em UX Design não é preciso altos investimentos como em um curso de faculdade, por exemplo.

Na verdade, fazer uma faculdade não é imprescindível para migrar para UX, como já vimos mais acima neste artigo

Existem vários tipos de materiais gratuitos na internet. Artigos, videos, entrevistas e livros. Você pode acessar os sites da NN/g e da IDEO, que possuem materiais essenciais sobre UX Design.

Inclusive, nós da Aela, criamos conteúdos em diversos canais para disseminar os conhecimentos de UX e incentivar aqueles que querem migrar a fazê-lo.

Você pode acessar nosso Blog, canal do Youtube e Podcast para consumir gratuitamente conteúdos incríveis que com certeza irão te ajudar a migrar para UX Design.

Cursos

Já comentamos que existem materiais e conteúdos de qualidade e gratuitos na internet.

Contudo, caso você não seja auto didata, pode sentir certa dificuldade de aprender sozinho com esse imenso leque de conteúdos existentes.

A solução para este caso é fazer um curso. Apesar de haver investimento nessa empreitada, os valores são bem menores do que uma faculdade, por exemplo. Além disso, esse valor será facilmente retornado nos primeiros meses do seu novo emprego como UX Designer.

Caso seja do seu interesse começar um curso sobre UX Design, recomendamos que você dê uma olhada no nosso Bootcamp Master Interface Design (MID).

Se você busca migrar para UX/UI Design essa é sua oportunidade, as inscrições para o Bootcamp Master Interface Design estão abertas! Clique aqui para disputar uma vaga!

É um curso extremamente completo, auxiliado por mentorias de profissionais do mercado e com a ajuda de uma comunidade de alunos incrível!

Você irá aprender desde o absoluto zero até os níveis mais avançados, passando por vários exercícios práticos em cada nível o que garante que o conhecimento foi bem absorvido, e projetos que irão fazer parte do seu portfólio para aplicar para vagas em UX Design.

Conheça mais sobre o MID e veja também os depoimentos dos nossos alunos sobre o curso. Garantimos que você não irá se arrepender!

Com esse artigo realmente esperamos que você ponha seus medos e “desculpas de lado e comece a sua trajetória para migrar para UX Design!

Nós da Aela criamos conteúdos para você se informar sobre o mercado e diversas oportunidades em UX Design.

Nos acompanhe em nosso Blog, Youtube e Podcast! Mantenha-se informado em UX Design!

Ah! Se houver qualquer dúvida, manda uma mensagem!



Aela.io

Written by

Aela.io

Design, Interaction e UX. Com muito de tecnologia e foco internacional.

Aela.io

Aela.io

Design, Interaction e UX. Com muito de tecnologia e foco internacional.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade