Devo deixar de ser freelancer para me tornar um designer empreendedor?

Em mais um episódio do Aelacast, aliás a nossa quinta edição, e o assunto dessa vez foi empreendedorismo para designers. Eu Felipe Melo, o Jônatas Vieira e o Matheus Santos conversamos sobre empreendedorismo para designers e todos os interessados em produtos digitais e design business. Será que vale a pena para nós designer assumirmos o risco de empreender?

Ser freela já é ser empreendedor

A primeira coisa que pode deixar você chocado é que sim, ser freelancer é sim ter uma veia empreendedora discretamente pulsando em você. Pode ser que você ainda não saiba exatamente o que está fazendo em termos de negócios, mas saiba que a sua empresa de uma pessoa só não deixa de ter a complexidade de um empreendimento.

Ser um designer empreendedor é estar constantemente em evolução, pois você precisa estar atualizado com o mercado. Uma dica é utilizar os serviços do Sebrae — Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, que tem diversas consultorias, palestras, serviços e cursos gratuitos totalmente voltados para as áreas de gestão de negócios e empreendedorismo. Além disso, como um empreendedor você também terá uma evolução enorme como designer, seu trabalho será positivamente muito impactado.

Sim, empreender no Brasil não é tarefa fácil

Empreender sozinho ou com uma empresa não é em lugar nenhum uma tarefa fácil. Mas a vida de empreendedor no Brasil é ainda mais difícil. Você precisa investir bastante do seu tempo e esforço em estudar negócios, fazer contatos e networking, para que possa crescer e evoluir a sua parte financeira e comercial junto com a sua bagagem criativa.

A qualidade das entregas precisa ser a sua principal aliada. Com boas entregas, os seus clientes indicarão os seus serviços, o que pode facilitar infinitamente o seu trabalho de networking e prospecção. Com um foco grande na qualidade das entregas, seu trabalho de prospecção de novos clientes fica muito mais fácil.

Cuidado com as “furadas”

No começo da sua carreira de empreendedor, você possivelmente vai cair em algumas furadas. Mas existem algumas coisas que você pode evitar. Em muitos eventos da área de marketing você vai encontrar inúmeras oportunidades de trabalho, mas também há muita gente que está no começo da jornada de empreendedorismo e possui pouquíssima grana para investir, o que pode se tornar um problema se você também está começando.

Também vão surgir oportunidades de permuta, que devem ser avaliadas de forma extremamente cautelosa. Será que a troca sendo efetuada pelo seu serviço tem um valor justo? Será que vale a pena essa permuta para o seu negócio? Você vai realmente utilizar de forma útil o produto ou serviço pelo qual trocou o seu trabalho?

Ter uma visão mais ampla de empreendedorismo e de negócios também é algo importante para que você saiba avaliar quais projetos valem a pena investir seu tempo. Você precisa acreditar na ideia, ela precisa ter possibilidade real de ser validada e o mais importante: você tem que realmente ter interesse nesse projeto. Procure coisas que deixem você realmente motivado, do contrário você precisa ter a frieza de dizer não.

Olhe para você mesmo como uma empresa

Um importante passo para ter sucesso como empreendedor é enxergar a si mesmo como uma empresa, como um negócio. Você precisa ter uma missão, ter a sua visão de futuro. Você precisa ter muita organização, valorizar o networking, aprimorar sempre o seu trabalho e se comprometer com entregas de qualidade. É imprescindível pensar e planejar a longo prazo, com uma visão de investidor, avaliando os projetos e ideias como um todo para ver onde e quando vale mesmo a pena investir seu tempo e esforço.

Você também precisa ficar de olho na contabilidade e no fluxo de caixa. Fique atento para os contratos e formas de pagamento. Algumas empresas, por exemplo, fecham contratos para faturar o pagamento em 60 e até 90 dias, o que complica bastante a vida de quem é freelancer. Com essa visão, você também pode avaliar o impacto financeiro das suas decisões, se elas fazem sentido na sua visão de futuro; e você saberá planejar melhor os investimentos que fará na sua própria empresa e na sua carreira.

Você é um designer empreendedor? Deixe aqui nos comentários quais são as maiores dificuldades que você enfrenta ao empreender, ou suas dúvidas sobre por onde começar! Quem sabe isso vira mais assunto para o próximo podcast!

Ouça o nosso podcast e deixe seu comentário!