O guia humilde para iniciar projetos de UX

Dizem que a melhor forma de aprender é ensinando, vamos ver se funciona!

Um guia desses pode ser tão útil quanto uma toalha!

Sobrevivi aos meus primeiros 6 meses como Junior Product Designer, na Seedrs, Lisboa.

Finalmente a jornada se estabilizou de alguma forma e metade dos desesperos se foi. É claro que, quando os problemas iniciais são resolvidos, novos problemas quentinhos chegam para nós.

Nesse meu último review com a minha mentora, entre outros problemas, percebi que eu ainda não tenho um processo definido para começar meus projetos. Isso me deixou um pouco desconcertado.

Foi aí que eu resolvi conversar com alguns designers mais experientes e buscar material na internet para criar um guia para iniciantes de como começar projetos! Afinal, se eu consigo aprender, qualquer um consegue!

Então, esse post tem o foco de dar algumas dicas para quem vai iniciar seus estudos e projetos. Se você precisa de algo mais simples e com uma linguagem tranquila para começar seus projetos, esse humilde (digo isso porque ainda me sinto engatinhando nesse mundo profissional cheio de conhecimento) post é pra você.

SEJA ORGANIZADO

Eu ainda tenho batalhado muito neste aspecto, mas é algo que eu percebi como diferencial dos designers realmente bons: Eles têm uma certa organização para as suas informações, sejam elas em sketch, texto, layers, brainstormings, conversas gravadas, anotações de post-it… eles documentam tudo e, ser chato nisso, mesmo que te tome mais tempo, é algo que vai gerar bons hábitos para o futuro.

Lembre-se: Nós somos feitos dos nossos hábitos.

Eu hoje x Eu amanhã

O CENÁRIO PERFEITO NÃO EXISTE

É importante perceber que cada projeto tem suas particularidades e que seu processo não vai seguir tudo de forma cartesiana, exatamente como diz o seu script.

Muitas vezes você vai precisar começar com alguns rabiscos pra acalmar a ansiedade dos stakeholders, algumas vezes você vai ter que brigar pra fazer os procedimentos corretos, e outras vezes você vai ser derrotado e vai ter que fazer coisas que não concorda. Isso quando você não cair de paraquedas no meio de um projeto já iniciado.

TENHA UM SCRIPT

Nesse mundo de produto, processo é tudo. Ter um checklist de coisas que precisam ser feitas, no início, pode salvar sua vida… experiência própria.

Uma das coisas que mais me chocaram na minha migração de Design Gráfico para Design de Produto foi a diminuição absurda do uso de programas Adobe, sendo substituídos por… Google Docs, Google Drive e Google Slides.

De verdade, o trabalho começou a se tornar muito mais processo, anotação, entendimento, conversa, apresentação, e menos colocar a mão na massa em si, o que me assustou bastante no início. Depois que comecei a perceber que essa é a vida de alguém que pensa muito mais do que executa (dizem que essa tendência só aumenta conforma você vai evoluindo).

Algo tão simples que até seu cão consegue fazer!

Então, tenha um processo, siga bem as suas regras e, mais tarde, com a devida experiência, quebre-as.

Por isso, acalma o coração, pega o caderninho, e anota o script que eu inventei depois das minhas conversas e pesquisas:

  1. Qual é o problema dessa task/projeto? Por que estamos fazendo isso? Qual o “why” por trás disso (https://www.youtube.com/watch?v=qb3INBcxmEc esse vídeo do Simon Sinek diz tudo… eu nunca me canso dele)?
  2. Quem é o seu usuário? Já tem personas ou ainda tem que criar? Estudou direito para entender o que elas realmente querem?
  3. Qual o contexto por trás desse problema? Existe alguma coisa por trás? Algum projeto antigo? Existem pesquisas antigas relacionadas que possam ajudar?
  4. Como saberemos que esse projeto/task foi um sucesso? Em questões de métricas, existe alguma porcentagem de melhoria? Algum número que signifique sucesso? Quanto mais objetivo, melhor.
  5. Existem referências que possam ajudar esse projeto? Concorrentes diretos ou indiretos? Coisas interessantes na internet que possam ajudar nesse processo?
  6. Quais as limitações desse projeto? Entender as limitações ajuda muito na hora de pensar em resolver algum problema… quando não temos limites, as soluções são infinitas.
  7. Será que eu consigo fazer mais 100 perguntas sobre esse projeto/task?

Esse checklist é MUITO básico, entenda bem isso. Ele tem que servir como ponto de partida das perguntas, e a partir daí, com certeza muitas outras precisarão ser feitas. E quanto mais perguntas, melhor. Por fim…

DICAS EXTRAS

  • NÃO ASSUMA NADA!!! Até a coisa mais boba, mais ridícula, pergunte o porquê. Um dos meus mentores diz que a palavra em inglês “assume” está muito próxima da palavra “asshole”… don’t be an asshole.
  • DESAFIE. Seja ousado a ponto de perguntar se esse projeto realmente deveria ser feito. Algumas vezes a abordagem é errada e você pode acabar começando um outro projeto muito mais útil com esse tipo de atitude. Claro… com empatia e educação, senão pode dar ruim.
  • CONVERSE com os stakeholders o máximo possível e, se possível, grave tudo o que conversar. Nossa memória não é perfeita, nossas anotações têm suas falhas… nossa interpretação pode ser errônea… por isso gravar e poder ouvir depois pode salvar a sua vida.
  • Seja amigo dos programadores. Sério… eles podem te dar dicas e te ajudar com questões técnicas que você nem imagina.
  • Considere que a primeira ideia é SEMPRE ruim. Normalmente ela é mesmo.
  • Teste, teste e teste mais uma vez.
  • Não existe produto final, apenas a versão mais atualizada.

O caminho para ser um bom Product Designer é muito mais longo do que eu imaginava, e admito que ainda tenho muitas crises no dia-a-dia. Principalmente, quando deixo passar perguntas incrivelmente bobas, que qualquer um em sã consciência deveria fazer, ou deixo a velha mentalidade de “apertador de botão que apenas faz o que os outros mandam” escapar… tanto que resolvi fazer esse post como uma forma de estudar processo.

Espero que possa ajudar alguém que, assim como eu, está nessa fase inicial de bate-cabeça, na jornada de se tornar um bom profissional. :)

Abaixo algumas referências e links que podem ajudar:

How to start a UX project from scratch?https://medium.com/@aravindmohan/how-to-start-a-ux-project-from-scratch-776bd0c32bd9

Essential questions to ask when starting a UX design project
https://uxdesign.cc/essential-questions-to-ask-when-starting-a-ux-design-project-1d2d8ee69ef4

Case study: how 11 Questions to Start a UX Project helped me to sell, execute and over deliver
https://medium.com/@marianogoren/case-study-how-11-questions-to-start-a-ux-project-helped-me-to-sell-execute-and-over-deliver-25e52ea622af


Quer acompanhar os próximos artigos do Israel Mesquita e da comunidade Aela? Lembre-se de nos seguir aqui no Medium e assine nossa newsletter para receber novidades por email.