bloomua / shutterstock

Protótipos de Papel

Por que fazê-los, o que eles agregam ao seu trabalho.

Quando vamos fazer um site, uma aplicação mobile ou Web, testes de usabilidade geram um ótimo retorno sobre o investimento(ROI) e podem facilitar muito na criação do design visual, afinal é mais fácil e barato mudar um protótipo do que o projeto final.

Prototipagem de papel é uma técnica que permite criar e testar interfaces de usuário de forma rápida e barata em que os protótipos, de papel, geram um excelente feedback de observação sobre o comportamento do usuário em relação ao design. Pode ser baseado em visuais de baixa (wireframes) alta fidelidade (mockups ou layouts), e quanto mais próximos da aparência final melhor serão os dados obtidos nestes testes.

Melhores recursos para fazer o seu protótipo de papel,lapiseira ou lápis, borracha, régua e caderno quadriculado.

Como fazer? O melhor a se fazer para começar é desenhar e definir regras para seu layout, por exemplo, se for um mobile app, estude um pouco sobre as interações mais complexas como: drag & drop , rolagem e multimídia. Faça esboços das telas, podem ser bem simplificadas, requer apenas caneta e papel, e ao realizar os testes, se quiser melhores resultados, faça as telas através de programas de editoração eletrônica ou software de design, como Photoshop ou Illustrator.

Após criar e ficar satisfeito com o resultado do seu protótipo, chegou a hora de testá-lo com um usuário.

Há diversas maneiras de se fazer esses testes, porém uma coisa que tem que ficar muito clara para você e para o usuário que irá executá-lo é: O que está sendo avaliado é o protótipo, não a habilidade e conhecimento do usuário, sobre o produto e como ele funciona, esse teste é única e especificamente sobre seu protótipo. Assim, tente tranquiliza-lo quanto a cometer erros, pois é isso mesmo que deve ser avaliado, erros da interface que não ficaram claras ou intuitivas o suficiente, e o levaram lugares que ele não queria dentro da aplicação/site ou o levaram a sair e desistir, na chamada taxa de conversão/rejeição.

Protótipo de Papel para uma agenda Telefonica, ligada as contas de mídias sociais.

Chegou a hora, como podemos testá-lo? Bom, uma das práticas mais comuns, é chamar um usuário que não seja técnico em nada que envolva seu projeto, assim poderá observar um usuário leigo, testando a interface. Reserve um local isolado ou combine um local com ele e peça para o mesmo utilizar os wireframes recortados, representando partes funcionais do sistema, e quanto mais próximo da realidade for possível, melhor. O exemplo desse video é uma boa referência, utilizando representações reais do funcionamento da aplicação. Durante o teste que você está fazendo, procure observar e fazer o máximo de anotações, possível, é bom filmar, assim poderá rever os momentos em que o usuário ficou em dúvida e onde o conceito da aplicação falhou.

Conclusão

Em pouco tempo, com poucos recursos e materiais é possível, através dos protótipos, testar designs sem polimento, promover uma ótima comunicação entre designers e usuários e, partir dai, serem detectados problemas de usabilidade em potencial muito cedo no projeto, antes de qualquer código ser escrito.

Segue abaixo alguns links uteis, onde podemos encontrar mais informações:

https://protosketch.uistencils.com(aplicativo para iPhone) http://www.solidifyapp.com (Ferramenta de teste com wireframes) http://www.usabilitynet.org/tools/prototyping.htm (Inglês) http://www.nngroup.com/reports/paper-prototyping-training-video/(inglês) Graphical User Interface (GUI) Style Guide (Guia para Interfaces).