Tiago Comério — Meu Dinheiro

A entrevista de hoje é muito interessante para quem gosta de controle financeiro. A conversa dessa vez é com Tiago Comério, um dos fundadores da empresa Easyme, criador do aplicativo Meu Dinheiro.

A Meu Dinheiro, que recentemente lançou uma nova versão do aplicativo e é uma startup 100% capixaba, vem se destacando no mercado capixaba e nacional e conta atualmente com números bastante expressivos, já atingiram a marca de mais de 100.000 downloads realizados.

Logo MeuDinheiro

Vamos à entrevista com o empreendedor:


Nome​ ​da​ ​empresa?​ ​Ano​ ​de​ ​fundação?

Easyme, fundada em 2011 e responsável pelo gerenciador financeiro Meu Dinheiro.

O​ ​que​ ​ela​ ​faz?​ ​Como​ ​funciona​ ​o​ ​modelo​ ​de​ ​negócio?

Utilizamos a tecnologia como um mecanismo capaz de facilitar e transformar a vida das pessoas. O Meu Dinheiro é um sistema de controle financeiro online, para pessoas físicas e pequenos negócios, que precisam gerenciar suas finanças de forma fácil e efetiva.

O Meu Dinheiro conta com versão web e apps para aparelhos Android e IOS. Oferecemos versão totalmente gratuita com limitação de recursos e versões mais completas com planos recorrentes a partir de R$ 6,00/mês.

Que​ ​problema​ ​ela​ ​resolve?​ ​O​ ​que​ ​a​ ​torna​ ​especial?

Dificuldade e necessidade de pessoas físicas e pequenos negócios de realizarem um controle financeiro através de uma plataforma web, completa, eficiente e de fácil utilização.

Tivemos e continuamos tendo um cuidado de ouvir e avaliar cada uma das críticas e sugestões enviadas por nossos usuários. O fato de sermos uma empresa que sempre considerou o usuário como a parte mais importante do processo de evolução é o que temos de mais especial.

Publicidade do Meu Dinheiro comemorando os resultados expressivos.

Possui​ ​Sócios?​ ​Quem​ ​são?

Sim, são 3 sócios.

Tiago​ ​Comério:​ 29 anos, formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pelo IFES (Instituto Federal do Espírito Santo) experiência em desenvolvimento web e mobile, SEO, marketing, Google Adwords, Google Analytics, gestor e escritor de blogs financeiros.

Gustavo​ ​Fernandes​ ​Binow,: 28 anos, graduado em Ciência da Computação na UFES (Universidade Federal do Espírito Santo), 1 ano de estudo na Universidade de Glasgow na Escócia, desenvolvedor full stack, possui experiência com desenvolvimento de sistemas POS, conhecimento e experiência em infraestrutura.

Jorge​ ​Luiz​ ​Binow​: 50 anos, formado em Ciência da Computação pela
UFES (Universidade Federal do Espírito Santo), ex-sócio e diretor de uma empresa de tecnologia, experiência e conhecimentos no setor bancário, atua como gestor, analista de software e é responsável pelo planejamento estratégico.

Em​ ​que​ ​estágio​ ​o​ ​negócio​ ​se​ ​encontra​ ​atualmente?

Crescimento e expansão. Hoje já são mais de 180.000 usuários cadastrados.

Possui algum aspecto ​interessante sobre o negócio?

O nosso crescimento é totalmente orgânico. Não recebemos aporte de capital externo e nunca participamos de nenhum tipo de programa de aceleração. Nós pegamos empréstimo no banco durante os dois primeiros anos e foram praticamente os anos em que não realizamos retiradas para os sócios.

O Meu Dinheiro está no primeiro lugar nas buscas do Google para o termo “controle financeiro”.

Como​ ​funciona​ ​a​ ​gestão?

Procuramos ser o mais transparente possível com todos os membros da equipe. As decisões são sempre realizadas em conjunto e distribuímos parte do nosso lucro a nossa equipe.

Equipe da Meu Dinheiro. Da esquerda pra direita: Gustavo Binow, Daniel Santos, Jailson Alves, Breno Torquato, Tiago Comério e Jorge Binow.

Quais​ ​os​ ​principais​ ​desafios​ ​quando​ ​começou?

O fato de criar um negócio exclusivo para internet e ter sido algo bastante novo, na época em que começamos, inclusive com poucos cases para efeito de comparação, foi um grande desafio, tivemos que aprender com nossos próprios erros.

Outro desafio foi conseguir realizar integração bancária automática de forma segura e eficiente.

Quais​ ​as​ ​principais​ ​críticas​ ​que​ ​recebeu​ ​ao​ ​montar​ ​o​ ​negócio?

Gostaríamos de ter sido criticados no início, isto facilitaria o processo de evolução, mas quando você ainda está começando e tem pouco conhecimento, é difícil até mesmo achar alguém com capacidade e disposição de ajudar, avaliando e realizando boas críticas.

Algumas outras críticas foram mais particulares como desistir da ideia de empreender e fazer um concurso público, algo que a maioria dos empreendedores já ouviu alguma vez na vida.

Quais​ ​obstáculos​ ​enfrenta​ ​na​ ​empresa​ ​atualmente?

Crescimento e expansão. Dar um passo que você nunca deu de forma que o seu negócio atinja um outro patamar de grandeza sem nunca ter passado por isto, com certeza é um grande desafio.

Gostaria​ ​de​ ​compartilhar​ ​algum​ ​aprendizado​ ​ou​ ​algum​ ​fracasso​ ​que​ ​teve?

Comece sendo específico e foque primeiro em um único negócio, um único objetivo, quanto mais específico no início, melhor. Fazer uma única coisa boa já é difícil, imagine tentar fazer várias coisas diferentes ao mesmo tempo.

O​ ​que​ ​você​ ​faria​ ​de​ ​novo​ ​se​ ​pudesse​ ​voltar​ ​no​ ​tempo?

Poderia refazer somente as coisas que descobrimos ser as melhores escolhas, mas só sabemos hoje quais são estas escolhas justamente porque fizemos todas que conseguimos, por isso é muito complicado ter um resposta exata para este tipo de questionamento.

O​ ​quanto​ ​o​ ​seu​ ​modelo​ ​de​ ​negócios​ ​se​ ​modificou​ ​durante​ ​o​ ​desenvolvimento?

É uma evolução constante, tudo está sempre se modificando e evoluindo, se você para, seu negócio morre.

No início o Meu Dinheiro era um produto que fazia parte de um portal de serviços, talvez a maior mudança no nosso modelo de negócio foi torná-lo um serviço específico e independente. Este foi um grande aprendizado, começar sendo específico é mais fácil.

Que coisas​ ​você​ ​gostaria​ ​que​ ​as​ ​pessoas​ ​soubessem?

  • O dia em que dinheiro for a única coisa necessária para fazer com que você ganhe muito dinheiro, conseguir dinheiro vai ser o menor dos seus problemas.
  • Seu negócio não é um episódio de largados e pelados. Clientes não são animais que precisam de uma isca e uma armadilha para serem capturados.
  • Nunca pare de testar e validar as coisas, mesmo quando descobrir um caminho com bons resultados, sempre existe uma forma melhor de fazer a mesma coisa.
  • Por mais que você tente “trapacear” de alguma forma o Google para que o seu site fique o mais bem posicionado possível, você nunca irá conseguir ganhar deles pra sempre. Seja bom o suficiente para ser relevante que você conseguirá bons resultados automaticamente.
  • Faça uma boa gestão das suas finanças, independente de utilizar ou não o Meu Dinheiro.
  • Pense em marketing como a forma de entender como alguma coisa funciona, talvez seja mais útil começar enxergando desta forma do que como a coisa milagrosa que irá fazer você realizar milhares de vendas.
  • Não tem como dar errado se você está disposto a consertar e evoluir sempre.
  • Você não precisa de uma ideia boa, você precisa fazer algo bom que ajude as pessoas de alguma forma, se a ideia for boa melhor ainda.
  • Quanto mais você ajuda as pessoas, mais pessoas terão condições de te ajudar quando você precisar.

Quais​ ​as​ ​perspectivas​ ​de​ ​futuro​ ​sobre​ ​o​ ​negócio?

Consolidação no mercado de gerenciamento de investimentos. Disponibilizar o Meu Dinheiro em outros países.

O​ ​que​ ​o​ ​levou​ ​a​ ​empreender​ ​no​ ​ES?

É o melhor lugar que eu conheço pra viver rsrs. Somos todos capixabas.

Poderia​ ​deixar​ ​um​ ​recado​ ​para​ ​outros​ ​empreendedores?

Não crie um negócio só porque você quer ficar rico, talvez virar investidor seja melhor e mais fácil neste caso.

Crie um negócio pra resolver um problema ou ajudar alguém de alguma forma, você pode ganhar muito dinheiro fazendo isto, mas se o seu foco inicial for dinheiro talvez você acabe começando da forma errada. Mas esta é só uma opinião.

Dizem que a gente só nasce uma vez, então é melhor ter dado o seu melhor e ter feito ruim do que nunca ter feito, além disto, outra coisa que você não consegue adquirir sem ter feito, é experiência.

Mesmo que você seja muito ruim em qualquer coisa, nunca deixe de ter disposição para aprender. No mais, valorize as pessoas que ajudam as outras, faça sua parte compartilhando seu conhecimento e seja feliz.


Muito legal ver mais uma iniciativa de sucesso (e dessa vez 100% capixaba) despontando no mercado brasileiro. Muito obrigado, Tiago Comério pelo tempo despendido e sucesso na expansão do Meu Dinheiro. :)

Saiba mais sobre o Projeto Ecossistema Empreendedor Capixaba. Caso tenha interesse em participar e ser um entrevistado pelo projeto, envie um e-mail para: falecom@agomkt.com.br.