Leda, 91

Clique na seta à esquerda para ouvir meu depoimento sobre a Leda, transcrito abaixo.

Leda, 91. Hoje é sete de agosto, terça-feira, tivemos mais um encontro da meditação no condomínio. Hoje a meditação foi sobre a escuta amorosa, então antes de meditar nós praticamos essa escuta amorosa, ouvindo o que cada um que sentiu em seu coração, em compartilhar, tinha para nos dizer. Ouvindo as pessoas sem julgamentos, deixando cada um compartilhar a sua história.

E foi muito bonito. Foi muito lindo ouvir cada relato, sem julgamentos. Depois nós meditamos, ouvindo o nosso coração, entrando em contato com o templo da nossa alma — o nosso corpo — , com o Deus que habita dentro e fora de nós.

E aí quando terminou a nossa meditação a amiga Leda, tão querida, e tão sábia, de 91 anos, me chamou para compartilhar comigo uma história de causa e efeito. Ela perguntou se eu gostaria de escutar. E eu claro que sim, claro que gostaria muito de escutar.

Então [ela] compartilhou que quando era mais jovem era rica, tinha muito dinheiro e ficou sabendo que alguns amigos estavam passando por uma situação financeira complicada, iam fechar a empresa deles. Então ela decidiu, chegando em casa, que ia ajudar: foi ao banco, tirou todo o dinheiro que tinha naquela conta, colocou em um envelope e foi lá, bateu na porta, na casa desses amigos, e entregou o envelope. E disse assim:

“Vocês não me pediram nada, mas eu sei que vocês estão com uma situação financeira difícil e eu posso ajudar; então eu vim trazer esse dinheiro para vocês”.

E aí o tempo passou e a Leda teve umas complicações de saúde. Aliás ela nos contou que teve quatro cânceres e se curou deles; ela teve cegueira e se curou da cegueira; e ela tem nove pinos no corpo. Então disse que em uma dessas cirurgias, na coluna, que ela precisava muito fazer, era uma cirurgia em que o médico disse que ela não iria andar mais, mas ela precisava muito fazer porque a dor era muito grande. Então ela foi para sala de cirurgia e quando saiu um desses amigos que ela ajudou com o dinheiro estava lá, pronto para ajudar.

Quando saiu do hospital, eles a levaram para a casa deles e cuidaram dela durante muitos meses. Os quatro irmãos. [Eles a] colocaram em um quarto e cuidaram dela. E eles ficavam lá, ao redor da cama dela, conversando…, cuidando dela. E aí ela um dia disse pra eles, “olha, eu não fiz o que fiz esperando nada em troca, mas eu sou muito grata pelo que estão fazendo comigo agora”. E aí eles disseram:

“Leda, você não nos ajudou somente na parte financeira; você nos ajudou e nos ajuda para unir a nossa família; somos quatro irmãos, que moramos na mesma casa, e mal conversávamos. Agora, tendo que cuidar de você, todos ficam ao seu redor, na sua cama, e assim nós nos unimos”.

Que bonita essa história de causa e efeito, de plantio e de colheita. De fazer pelo outro sem interesse; e aí receber no momento que a gente precisa. Porque a vida é isso: a vida é troca, a gente recebe aquilo que a gente dá, a gente colhe aquilo que a gente planta.

Depois a Leda me convidou para ir até a casa dela e eu fui (…); [ela] mora aqui perto, no bairro. Ela mora sozinha, tem 91 anos, e a casa dela é cheia de amor pra todos os lados. Cada quadro, cada objeto, cada pano de prato tem uma história. E assim eu experienciei a minha manhã de terça-feira: com muito amor, com muita troca.

Eu só agradeço a Deus por todos esses presentes que estou recebendo do universo. Gratidão, Leda, você é uma amiga querida. Muito sábia.

Muita gratidão.

— Denise Datovo

~~~~~//~~~~~

Site e blog: https://medium.com/anand-store

Instagram: https://www.instagram.com/anandstorejapamalas/

Facebook: https://www.facebook.com/anandstorejapamalas/

Por email: anandstorejapamalas@gmail.com

Celular (e Whatsapp): 011 99563–1321