Porque Designers devem participar do Startup Weekend

Na grande maioria dos Startup Weekends que mentorei havia uma demanda não suprida de profissionais da área do design. Por isso, estou escrevendo este artigo, com o intuito de motivar mais designers a participarem e mostrar a importância que este evento tem na carreira de um designer nos tempos atuais.

Designers são ensinados a defender ideias

Durante as graduações e pós-graduações que cursei, fui instruído a defender meu ponto de vista e criar argumentos para explicar minhas decisões de design. Este processo leva diversos designers recém formados a uma postura defensiva em relação a feedbacks. O pensamento "quem é esse cara para criticar meu design" é muito mais comum do que se pensa.

Eventos como Startup Weekend, Service Jam e Empretec irão quebrar este paradigma, mostrando a todos os participantes que precisamos resolver problemas relevantes utilizando a colaboração complementar de diversos modelos mentais.

Tecnicamente viável, Economicamente sustentável e Relevante para as pessoas.

Designers não entendem de business

Muitos me perguntam se designer precisa saber codificar. Muitos me perguntam porque design é considerado deixar "bonitinho". Muitos me procuram reclamando do seus chefes que só pensam em dinheiro.

Sempre respondo:

Isso é causa ou consequência?

Compreender o papel e o poder do design é essencial para alavancar a sua carreira. Eventos como Startup Weekend irão mudar muito a sua percepção sobre dinheiro. É importantíssimo entender que mesmo que você tenha um projeto filantrópico, você dependerá de dinheiro para crescê-lo.

"Mas design é importante e está em todo lugar!"

Sim! Você precisa entender que 90% dos designs falham e nunca aparecem no mercado. O documentário Design the new business mostra algumas formas de criar valor para as pessoas sendo economicamente sustentável.

Designers não sabem liderar

Isso mesmo! Liderar é saber lidar constantemente com modelos mentais diferentes do seu. É controlar suas emoções diante de adversidades, é deixar seu ego de lado em prol de um objetivo maior, é motivar mudanças de direção quando tudo e todos parecem estar desistindo.

Todas estas situações que citei acima serão vivenciadas em 54h de evento no Startup Weekend. Está aí mais um motivo para você sair da sua zona de conforto (vulgo, fone de ouvido pincelando pixel no photoshop) e ir encarar a realidade com uma equipe de desconhecidos unidos por um propósito comum.

Designers fazem design centrado no designer

Já mentorei cerca de 10 Startup Weekends e a principal mudança nos participantes é exatamente extrapolar a barreira egocentrica de que o mundo é um espelho de si mesmo. Pare para pensar e perceba que se você é graduado em algo, você faz parte de 3% da população, ou seja, dificilmente você conseguirá escalar a nível nacional focando-se em si mesmo.

Design é observar problemas de forma tridimensional e entendê-los integralmente a partir do olhar de outros pontos de vista, além do seu.

O design tradicional está morrendo

Se você acredita que é um gênio e possui soluções incríveis para tudo, tome muito cuidado! Você tem 99.9999% de chance de estar errado. O Design tradicional criado por um gênio que tem visão holística gera um risco absurdo para qualquer projeto. Cada vez mais as empresas estão acreditando menos em "Deviner" (também conhecidos como Messias do design). O design é um exercício coletivo e o papel do profissional da área está se voltando muito mais a ser um facilitador ouvindo, do que a pessoa que possui todas as respostas.

Indo a um Startup Weekend você conseguirá ver quantas vezes suas crenças caíram por terra e verá seu time Pivotando (mudando de direção) para novos caminhos. Conte com os mentores para isso :)

Formar-se é diferente de formatar-se

Quando nos graduamos continuamos sendo seres humanos capazes de resolver qualquer tipo de problema. Se me formo eu algo, não devo limitar o tipo de problemas que resolvo, mas sim potencializar o leque de problemas que um ser humano pode resolver, adicionando as habilidades recém adquiridas.

É muito comum perguntar:
"Quem é você?"
e as pessoas responderem…
"Fulano, designer na empresa Tal"

Lembre-se que você é muito mais do que uma pessoa que só resolve problemas visuais. Defina a sua capacidade ou você será definido pelo mercado de uma forma que talvez não te agrade :)

Por isso, minha dica é:

Procure no Google quando e onde será o próximo Startup Weekend mais perto de você e se inscreva para essa experiência incrível!

Espero ter ajudado a te tirar da zona de conforto.

\o/