Explorando o Azure DevOps como uma alternativa de CI/CD para um aplicativo android — Parte 1

Victor Oliveira
Aug 6, 2019 · 4 min read

As exigências na velocidade de desenvolvimento e disponibilidade de um aplicativo estão cada vem maior, hoje existem fluxos de trabalho onde temos mapeado quando deve ser publicada uma versão Alpha ou Beta. A forma lógica é fazer todo esse processo na mão e separado, porém isso leva tempo e ainda temos possibilidades de erros.

É nesse momento que entra a área de DevOps, que vem com uma proposta de automatizar o processo de teste, validação e disponibilidade. Hoje no mercado existe várias ferramentas que fazem isso, no meu último artigo mostrei como criar um integração contínua usando o Jenkins (Link do artigo), e nesta série eu vou apresentar o passo a passo de como criar um CI usando o Azure DevOps, e também como conectar seu pipeline ao AppCenter.

Chega de conversa, e vamos lá! :)


Configurar o projeto

O YAML é o arquivo onde vamos inserir todas as etapas do nosso pipeline. Você deve criar um arquivo com a extensão .yml, na raiz do seu projeto.

Caminho de onde deve ficar o yml.
  1. Ajuste o valor workingDirectory se o seu arquivo gradlew não estiver na raiz do repositório. O valor do diretório deve ser relativo à raiz do repositório, como AndroidApps/MyApp ou $(system.defaultWorkingDirectory)/AndroidApps/MyApp.
  2. Ajuste o valor de gradleWrapperFile se o seu arquivo gradlew não estiver na raiz do repositório. O valor do caminho do arquivo deve ser relativo à raiz do repositório, como AndroidApps/MyApp/gradlew ou $(system.defaultWorkingDirectory)/AndroidApps/MyApp/gradlew.

Para fazer a publicação dos artefatos, é necessário criar duas novas tasks, como mostra o arquivo abaixo.

A tabela abaixo explica melhor cada parâmetro da task Copy Files

A próxima tabela explica melhor cada parâmetro da task Publish Build Artifacts

Supimpa! Terminamos a nossa configuração de projeto!

Abaixo o arquivo YML completo.

Configurando o Azure DevOps

Após configurar o projeto, vá até o Azure.

Entre no Azure e selecione o menu de Pipelines como mostra a imagem abaixo. Vai abrir 5 submenus, selecione o Builds, e clique em New — New build pipeline

Abrirá uma nova tela de seleção perguntando onde está seu código. Observe a imagem abaixo. Selecione uma das opções e selecione seu repositório .

Após isso o Azure vai apresentar um tela de configuração. Nela você tem 4 opções (como mostra a imagem abaixo). Como o projeto já está configurado, você deve selecionar a opção “Existing Azure Pipeline YAML file”, informa a branch e dizer qual é o path.

Após isso é só criar em run, e esperar. Quando termina o pipeline por padrão o Azure envia um e-mail para o usuário que iniciou a pipeline e apresenta a seguinte tela.

Se você observar bem aqui está listado todos os jobs feito no pipeline, e pode ainda ler todo log gerado. Essa tela também te dar acesso aos artefatos, observe o botão “Artifacts” no canto superior a direita, clicando nele você pode acessar os arquivos salvos.

Na parte 2 vamos explorar o App Center como uma estratégia de teste e distribuição do aplicativo.


Android Dev BR

Artigos em português sobre Android, curados pela comunidade Android Dev BR. Junte-se a nós: slack.androiddevbr.org.

Victor Oliveira

Written by

Android dev — https://victorlopesjg.github.io/

Android Dev BR

Artigos em português sobre Android, curados pela comunidade Android Dev BR. Junte-se a nós: slack.androiddevbr.org.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade