Como a fotografia pode empoderar você

A fotografia tem um poder incrível e precisamos falar sobre ele

Câmeras são ferramentas que nos ajudam a ser mais corajosos, criativos e interessados no mundo ao nosso redor. A última coisa que deveríamos sentir é vergonha das nossas câmeras ou do fato de sermos fotógrafos.

Mostre sua câmera

Esconder as nossas câmeras pode ser um dos maiores erros que cometemos. Principalmente na fotografia de rua — talvez o nosso desejo fosse ser invisível e que ninguém pudesse nos ver fazendo fotos.

A realidade é que a câmera pode abrir portas, assim como abriu muitas na minha vida. Ajudou a começar conversas com estranhos, deu coragem (e motivos) para se aproximar deles e claro, me empoderou artisticamente (sempre fui uma daquelas pessoas que queria ser um artista, mas tudo o que sabia fazer era desenhos de palitinhos).

Se sinta protegido

As tecnologias atuais deveriam nos proteger e não criar implicações sociais e psicológicas que nos fazem sentir desprotegidos. Quando os computadores surgiram, eles eram vistos como ferramentas para melhorar e empoderar a vida humana. O Steve Jobs e alguns outros chamaram o computador de “bicicleta para a mente”.

Infelizmente, ainda não vi ninguém se referir diretamente a tecnologia de câmeras e smartphones como algo que empodera e melhora a qualidade da vida humana. A questão aqui é que a tecnologia atual está nos machucando, distraindo e nos levando pra longe do momento presente, além de nos fazer querer sempre os últimos lançamentos. Penso que a tecnologia que temos é suficiente para usar a favor do bem.

Acredite na fotografia

Acreditar na fotografia te faz ser capaz de criar arte usando a câmera. E uma coisa engraçada é que você não precisa se considerar artista, mas acreditar que criar fotografias com propósito, visão e alma é um estado de arte por si só. Desconsidere qualquer um que te diga o contrário (eles estão apenas desempoderando artistas e você não deve se preocupar com eles).

As portas que a fotografia abriu, permitiram que eu me conectasse e conhecesse pessoas incríveis ao longo do último ano. Essa oportunidade de compartilhar uma paixão e amor com o próximo é inspirador.

Indo ainda mais longe, os meus amigos me ajudaram a melhorar minha visão de mundo. Seus comentários positivos e negativos contribuíram para aprimorar minha visão como fotógrafo — e a me esforçar em melhorar constantemente a mim e as minhas imagens.

Seja dono da sua câmera

Não deixe ela simplesmente dominar você. Tenho fotografado com iPhone 6 e uma lente 18mm wide da Moment. Isso porque o celular é algo que sempre está no meu bolso, posso carregar ele pra qualquer lugar que eu vou. Ele funciona quase como uma extensão da minha mente e eu tiro foto de tudo aquilo que se torna um ponto de interesse no meu caminho. Independente da luz, do ângulo e etc. Isso não é um problema e muito menos incomoda. Simplificar faz a câmera se tornar invisível pra mim e estar em harmonia com a vida cotidiana.

Também tenho uma Nikon D5100 — e como eu gosto muito dela, as vezes me sinto preso. É pesada pra carregar em todo lugar que eu vou. Enquanto eu amo o que aprendi com ela, tenho deixado de lado na maioria das vezes.

Sua câmera é boa o suficiente

A sua mente ou pessoas aleatórias na internet vão dizer: “a sua câmera não é boa o suficiente”. No fundo a gente sabe que muitos fotógrafos inseguros (eu sendo um deles num passado não tão distante) compram e mostram suas câmeras caras (geralmente com lentes enormes) para ‘provar’ seu valor pra galera. É o famigerado problema de auto-confiança.

Mas ai vem a pergunta: sua câmera que não é boa o suficiente ou você, fio(a)?

Você se pega pensando em comprar uma nova câmera, porque não se sente ‘inspirado’ e acredita piamente que comprar uma nova câmera vai empoderar você? Desculpe desapontá-lo, mas isso (quase) nunca acontece.

Aprendi que fotografar com celular por um ano me ajudou a viver mais a vida, a levar minha câmera mais vezes comigo e também ajudou a constantemente ver o mundo a partir da lente e perspectiva de um fotógrafo.

Tem aumentado o número de fotógrafos (com DSLRs e outras câmeras grandes) começando a fazer mais fotos com seus smartphones. Algumas vezes eles se sentem culpados com isso, eu penso, mas não deveriam — a fotografia do smartphone pode ser um dos caminhos mais empoderadores (e certamente democráticos) de capturar a beleza pelo mundo. É compacto, está sempre com você e é uma das maneiras mais simples e não simplistas de fazer fotos (e também compartilhar com os outros online).

É comum ter uma relação estranha de amor e ódio com as nossas câmeras.

Mas agora pense consigo mesmo: “a minha câmera está me empoderando ou me fazendo sentir inadequado?”

Aumente sua visão de mundo

Talvez a ‘realidade aumentada’ vai trazer uma nova perspectiva pra enxergar o mundo. Mas pra que depositar esperança em mais uma nova tecnologia sendo que mal desenvolvemos a habilidade de perceber coisas importantes a nossa volta?

É possível que os mesmos smartphones que permitem capturar um momento, estejam nos distraindo com suas infinitas notificações e não permitindo notar a beleza interessante que já está ali, pronta pra ser vivida.

Deixar o smartphone no modo avião ou deixar ele na mochila (ao invés do bolso da frente) tem permitido enxergar além. Isso me leva a apreciar o que está ao meu redor e a construir um senso profundo de alegria por viver aquilo.

Em viagens, é comum ver turistas muito ocupados compartilhando suas fotos no Instagram e simplesmente esquecendo de viver o momento antes mesmo da fotografia. Não estou dizendo que você não deve compartilhar suas fotos de viagem no Instagram, mas se você está preocupado com a recompensa social (likes, followers e etc), ao invés de viver aquilo por completo, você está realmente aproveitando? Por que você viaja? Para acumular números online ou realmente se encontrar e aprender mais sobre você mesmo?

Faça exercícios visuais

Outro dia eu li sobre a analogia dos visual push-ups do fotógrafo Jay Maisel. Basicamente o conceito é que se você quer melhorar sua visão na fotografia, basta olhar um punhado de trabalho bom. Mas o exercício não deve se resumir a isso, você deve gastar o máximo de tempo que der realmente vendo e enxergando o mundo. Dando o seu melhor para notar coisas interessantes ou a mínima beleza mundana que te cerca.

Quanto mais você mantém seus olhos em forma, a possibilidade de você se tornar um fotógrafo mais forte é maior.

Empodere a si mesmo

O que a fotografia está te dando? O que ela está tirando de você? Use a fotografia (e sua câmera) como uma ferramenta para apreciar e encontrar felicidade em sua vida. Se você estiver no seu quarto, olhando para sites de reviews de equipamentos, se sentindo um lixo sobre sua fotografia — você está fazendo algo errado.

Mude seu equipamento se achar realmente essencial, olhe para boas artes do passado, conheça os mestres da fotografia, siga aqueles que te inspiram de alguma forma e use a fotografia para te excitar. Use o seu trajeto para escola ou trabalho para fazer fotos. Use o seu almoço para fazer fotos. Tire algumas fotos depois da aula ou do trabalho. Tire fotos dos seus amigos e da pessoa amada. Tire fotos na sua casa.

Simplesmente tire fotos. A imaginação não tem limites, apenas sua vontade.


escreva uma resposta ou deixe uma nota para que eu possa saber sua opinião a respeito. se gostou do post, aperte o ♥ e então você ajuda + pessoas a encontrá-lo também.

vamos conversar? fala comigo no facebook
quer saber mais sobre mim?
http://danmagatti.com