Ruhrgebiet — cultura do conjunto

By T.M.L.-KuTV — Own work, Public Domain, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=7195941

No segundo semestre de 2012 vim pra Universität Duisburg-Essen pelo programa Ciências sem Fronteiras, onde fiz disciplinas, a parte teórica do meu trabalho de conclusão de curso e onde tive o apoio para a realização de um estágio. Tive um período bem proveitoso e fui muito bem recebida (tanto que quis voltar), vamos então tentar entender esse lugar um pouquinho melhor.

By Hans-Jürgen Wiese — Own work, CC BY 2.5, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=1581934

Foi na região conhecida como Ruhrgebiet (ou Ruhrpott, para íntimos) que a revolução industrial da Alemanha nasceu, onde estavam as minerações de carvão e a indústria siderúrgica que atraíram várias pessoas dos mais diversos países — e onde poderíamos encontrar vários desempregados quando o produto alemão se tornou caro demais para concorrência internacional. A crise ambiental da época do “ouro negro” na Alemanha foi ilustrada pela indústria cultural, como no filme smog, que mostra bem que a Alemanha teve muito o que reconstruir nas últimas gerações, inclusive sua perspectiva em relação ao meio ambiente.

By kaʁstn Disk/Cat — Own work, CC BY-SA 3.0 de, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=11672874

O que mais me atrai nessa região é a efervescência de oportunidades que a constroem.

As oportunidades que foram vistas em como foi encarada a grande problemática ambiental e hoje em dia a região pode nos dar lições do que (não) deve ser feito para construir um processo de industrialização sustentável, o que é ilustrado em como a indústria abandonada construiu espaços como a rota “Industriekultur” com seus parques, museus e vistas maravilhosas.

As oportunidades que estão sendo vistas ao aproveitarem a diversidade cultural proporcionada pela grande presença de migrantes, no respeito a essas diferentes culturas e na busca constante de receber ainda melhor essa população global, incluindo refugiados nessa equação.

Fonte: autor.

E e as oportunidades que poderão ser vistas como resultado de encontramos aqui as pulsantes possibilidades do centro da Europa e o seu grande potencial como a região metropolitana mais populosa da Alemanha. Se trata de um ambiente aberto e convidativo para novas iniciativas, com incubadoras para startups não só tradicionais, mas também na área do empreendedorismo social.

A Universität Duisburg-Essen, com seu slogan “open-minded” é uma das Universidades que fazem parte da Aliança das Universidades do Vale do Ruhr. A UDE tem aproximadamente 42.000 estudantes de mais de 130 países e o objetivo de ser um ambiente de grande diversidade e repleto de oportunidades para jovens dos mais diversos backgrounds. Acredito que ela está no lugar certo para atingir esse objetivo.

Fonte: autor.