7 ferramentas digitais para ficar de olho sobre democracia participativa

Tomadas de decisões e propostas para mudanças fazem parte de diversos debates sobre democracia participativa, direta e semidireta, e há diversos movimentos ao redor do mundo trabalhando com ferramentas digitais para auxiliar nessa experimentação para incluir os cidadãos neste processo, estou listando aqui algumas que acredito que irão inspirar ou serem utilizadas em breve nesses cenários.

Login Cidadão

A ideia deste projeto é essencial para o cidadão e inovadora, pois tem potencial em diminuir o esforço de engajamento de novas soluções cívicas digitais, promover boas práticas de identificação e privacidade, acredito que este é um dos projetos que pode beneficiar a criação de uma rede de aplicativos cívicos.

É uma plataforma que estabelece um login único para o cidadão sem burocracia, facilitando o relacionamento aberto entre o governo e o cidadão, amplifica e integra os serviços digitais do governo, auxilia na criação de uma rede para potencializar o controle social e serviços públicos. Já esta sendo utilizado no governo do Rio Grande do Sul desde de maio de 2014.

Sua licença é livre AGPLv3, e o código esta disponível no github.

Your Priorities

Com esta plataforma é possível que os cidadãos escolham quais são suas prioridades para serem debatidas e melhoradas em um município por exemplo. Um caso onde a plataforma funciona é na cidade Reykjavik, que é a capital da Islândia, onde todo mês é realizado uma enquete de quais são as prioridades da cidade e então os representantes podem optar para se basear nela para orientar o seu trabalho.

Sua licença é livre AGPLv3, e o código esta disponível no github.

DemocracyOS

Permite a criação de novas proposta por governantes e cidadãos em uma interface que oferece debate sobre as leis através de um sistema de votação e comentários que se auto regula baseado no interesse público. Um dos exemplos da plataforma sendo executado é no município de São Paulo com o projeto EuVoto, no qual vereadores colocam na plataforma suas propostas de lei para serem debatidas de maneira aberta.

Sua licença é livre GPL e o código esta disponível no github.

Legislando

É o aplicativo da Rede Nossas Cidades que permite que os cidadãos participem ativamente do processo de criação de leis em suas cidades, já utilizado em algumas cidades brasileiras.

Não há licensa no código fonte, mas o codigo esta disponível no github.

De olho nas metas

Criado por iniciativa da sociedade civil, o sistema De Olho nas Metas ajudará cidadãos e organizações da sociedade civil a acompanhar e monitorar o cumprimento de metas da prefeitura de São Paulo. Já esta sendo replicado também em Mendoza.

Sua licença é livre, e o código esta disponível no github.

Democracy 2.1

É um projeto desenvolvido pelo matemático e ativista contra a corrupção, Karel Janecek. Ele propõe um mecanismo inovador de votação, onde oferece para os eleitores votarem em até quatro propostas de maneira igual e retirar dois votos de qualquer discussão.

Não é livre, e o código fonte não esta disponível.

https://www.d21.me/

Por Mi Barrio

Baseado no projeto Fix My Street da MySociety, com o objetivo de capacitar as pessoas para exercer voz e colaborar na resolução de problemas urbanos através de web e plataformas móveis, especificamente para conectar cidadãos comuns ao governo para relatar problemas na infra-estrutura das cidades. A solução permite que os usuários registrem em um mapa interativo, locais que possuem algum problema físico a ser abordado, por exemplo, um farol com mau funcionamento. Após registrar um novo problema, você pode enviar uma foto e localizar geograficamente o ponto com precisão. Já esta em funcionamento no Uruguai, na capital do Montevideo.

Sua licença é livre AGPLv3, e o código esta disponível no github.