Watch out For the Plot Whole

Já queria começar dizendo que eu acho que esse chalenge foi o mais bem resolvido até agora. Começamos meio com receio já que a apple tv é um terreno ainda meio que inexplorado, então bota Challenge nesse mini-challenge. O maior desafio foi pensar em um projeto que funcionasse por inteiro dentro da appleTV sem precisar de um outro input que não fosse o controle, tentando fazer com que a experiência não fosse travada ou muito estranha e acho que nos saímos bem em certa parte, mas sinto que ainda faltam uns paços pra que a experiência seja mais fluida e diverdita. 
Começamos então com o que poderia ter sido diferente, da minha perspectiva: Meu time não teve lá a melhor das comunicações, o que dificultou forte o desenvolvimento, trabalho em equipe é realmente uma peça chave e, mesmo que o começo do desenvolvimento tenha tido mais espaço para todas as vozes da equipe, quando nós colocamos a mão na massa efetivamente, alguns espaços foram preenchidos, outros não e aí a comunicação começou a descer a colina. Eu sinto que esse problema está relacionado com a organização, faltou realmente uma sensibilidade de parte do time em compartilhar o que havia sido feito em muitos momentos, o que só prejudicou o desenvolvimento. Falando em comunicação, acho que faltou um posicionamento mais ativo e conciliador na equipe durante o momento de produção, acho que esse papel poderia ter sido assumido a qualquer momento e foi meio que ignorado, sinto que, mais por medo de se opor aos colegas ou de assumir uma posição de maior responsabilidade, pelo menos da minha parte. Por outro lado acho que na conceituação fui mais ativo justamente dentro desse papel, eu realmente queria que o projeto não ficasse tão travado em uma ideia muito simples, tanto que insisti na interação fora da tela da tv durante as nossas discussões e acho que fiz bem em não aceitar as ideias que foram levantadas no começo de primeira. Acho que poderia ter me comunicado melhor com o meu time, ter uma voz mais ativa tanto pra informar a que pico estava a minha produção, tanto pra saber em que pé estava o resto do projeto e as tarefas de todos os envolvidos no projeto do começo até o fim. Também pra discutir mudanças feitas mais perto do final, tanto estéticas quanto a adição de novos elementos, como os troféus por exemplo.

Por outro lado, esse foi o projeto que mais exigiu produção de conteúdo e mesmo que boa parte tenha sido discutida com o grupo, construir as narrativas ficou sobre minha responsabilidade, então uma parte dessa falta de comunicação pode ser ligada com o fato do nosso escopo ser um pouco ambicioso. A produção de conteúdo foi, com certeza, a parte mais divertida desse projeto e aonde eu acho que eu realmente brilhei muito (no corintians). Desde a concepção dos ambientes até o desenvolvimento de histórias que pudessem ser misturadas e ainda assim criassem narrativas com espaço pra você inventar a sua própria história. Inclusive eu acho que construir as histórias foi aonde eu enfrentei o maior desafio, tanto criativo quanto na produção, que teve que ser rápida. Desafio esse que eu sinto que foi bem resolvido, o design, conversa bem com a proposta, cores mais vibrantes, personagens e cenários mais cartunescos foram desenvolvidos para apelar para o público alvo, mas as narrativas tem a intenção de atingir um público bem mais amplo. As narrativas apresentadas no aplicativo foram baseadas no modelo basico de contar histórias, apresentado pela Rebeca inclusive, que inclui um cenário inicial, o "once upon a time", um evento que apresenta uma mudança para o estado inicial dos personagens, "and then", e uma conclusão que tem a intenção de ser um evento levado ao absurdo, assumindo o papel de "finally". Cada cenário apresentado foi pensado pra funcionar tanto dentro da história "original", quanto solto dentro de uma narrativa composta de várias histórias. Pra que isso funcionasse bem nós usamos elementos na primeira cena que dessem a ignição na história: O mapa, os tickets do parque e a carta. A partir daí você consegue ligar qualquer tema nos quadros seguintes já que esses itens podem ser usados como um porquê de você ir para outro lugar, juntando com um ambiente desconhecido no segundo quadro e uma conclusão absurda no ultimo. Também acho que foi bem resolvido o problema da AppleTV discutido lá no inicio, nosso projeto consegue funcionar tranquilo sem precisar de nada mais que a AppleTV e o siri remote e esse era um objetivo que a gente procurava desde o começo do desenvolvimento.

No fim das contas eu sinto que faltou um trabalho mais aprofundado na interface no quesito usabilidade e navegação. Após o projeto finalizado eu consegui identificar vários elementos que poderiam ser otimizados e problemas que nós poderíamos ter identificado mais cedo se a produção tivesse sido mais bem organizada no espaço de tempo que nós tínhamos. O que me deixou pra baixo foi a falta de trabalho com usabilidade e ter feito mais testes mais cedo no processo, poderia ter feito uma grande diferença no projeto final. Mesmo que não pareça, esse é o projeto que eu mais me senti satisfeito desenvolvendo e aonde eu consegui trabalhar elementos que eu vinha querendo trabalhar já fazia tempo (storytelling, interação digital/mundo-real) e que eu não achava uma boa desculpa pra trabalhar e fico muito feliz que rolou no ultimo mini-challenge. Eu costumo a focar no que eu gostaria de ter feito e, mesmo eu querendo ter feito muito mais, acho que fiz um ótimo trabalho com o tempo disponível pra ideia que a gente tinha e fiquei bem satisfeito com o resultado, me diverti bastante.