Avaliação de Desempenho: conheça a nova versão do Perf

Por Pedro Tavares

Medir o desempenho e o comportamento dos colaboradores é uma prática comum no meio corporativo. Através da Avaliação de Desempenho, aplicada num intervalo de tempo pré-estabelecido por cada empresa — costuma ser quadrimestral ou anual -, a gestão é capaz de acompanhar o desenvolvimento individual e coletivo dos funcionários.

Conheça o Appus Perf

A prática é uma forma de descobrir potenciais em cada talento, assim como pontos fracos que precisam de melhoras. É um caminho para o planejamento de carreira e desenvolvimento de novas capacidades técnicas e comportamentais. Além disso, a Avaliação de Desempenho é uma forma de identificar problemas e, consequentemente, valorizar o capital humano.

O Appus Perf é uma ferramenta de Avaliação de Desempenho que analisa Objetivos e Competências Comportamentais. Ao utilizar o sistema, o gestor define qual será o modelo de avaliação: os Objetivos podem ser estabelecidos através de Objetivos e Resultados-Chave (OKRs, ou Objectives and Key-Results, em inglês) ou Gestão por Objetivos (MBO, ou Management By Objectives, em inglês). Enquanto isso, há duas opções para avaliar as Competências Comportamentais : Feedback 360º ou de maneira tradicional.

Objetivos

Se a opção for OKRs, os colaboradores definem Objetivos a atingir. Em cada um desses objetivos, são elencados os Resultados-Chave — eles vão mostrar se você está no caminho certo para chegar nos objetivos, que devem ser ambiciosos e inatingíveis No caso da escolha de MBO, os funcionários devem estabelecer Metas, que precisam ser batidas em sua totalidade.

Mais performance com o Perf

Competências Comportamentais

O modelo de Feedback 160º funciona da seguinte maneira: primeiro, o colaborador precisa se auto-avaliar em cada uma das competências comportamentais. Na sequência, ele solicita o feedback de seus pares, subordinados e superiores. No modelo tradicional, o funcionário é avaliado apenas pelo gestor ao final do ciclo de avaliação.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.