Ivo Nunes

Às vezes alguns viram a mesa e a situação muda. Tentar entrevistar um entusiasta dá nisso. Nossa quarta jornada do ARJO começou como texto mas terminou como podcast, e o réu confesso do caso é o Ivo Nunes. Pega os fones e escutaí!


Ivo Nunes — Entusiasta & Documentarista

A conversa rendeu quase 2 horas e algumas perguntas da entrevista foram:

1 — Onde nasce um entusiasta?
2— A Bubas já foi uma manufatura e hoje é algo “maior”. Quem Ivo era no começo de tudo e o que é hoje?
3— No livro Essencialismo, Greg McKeown nos mostra que no mar de fatores e opções, poucas coisas são realmente essenciais. O que é essencial pra Ivo Tadeu?
4— Uma vez entusiasta, sempre entusiasta?
5— Leandro Karnal disse: “Sorte é o nome que vagabundo dá ao esforço que não faz”. Adere ou critica?
6 — Qual foram suas acrobacias para se manter financeiramente durante o processo dos 50 mini docs?
7— “Não compramos produtos, compramos histórias”. Cada mini doc é um universo potencial contido em um vídeo. São alguns minutos que temos ali sobre entusiastas. Mas podemos ir além. Se ousarmos a transpor a barreira do vídeo, afim de ter contato mais profundo, seja com os protagonistas, seja com suas histórias e até motivações, é como de a casca de noz se quebrasse e um infinito brotas se dali. É o poder do storytelling com a ousadia da vida real, que não tem reset ou vida extra, apenas o agora. O que contar histórias significa pra você? Como é lidar com esses infinitos? Como fica o coração?
8— Uma mensagem de entusiasta para entusiastas?
Ps: Comentamos no podcast sobre os Mini-Docs que o Ivo produziu na Bubas. Fica aí um playlist com eles!
Mini-Docs da Bubas

Entusiastas, uni-vos! 
Pra trocar uma idéia com Ivo e ouvir e ver um pouco mais sobre entusiastas cola lá no canal do
Youtube da Bubas ou na página no facebook, e também no site bubas.com.br.
 
E obrigado, Ivo!