A África do Sul e seus encantos

Desde o ano de 2016, me dediquei a conhecer religiões de matrizes africanas, e desde então cada vez mais me vejo encantado por essa cultura tão vasta e diversificada, e assim, um dos meus maiores sonhos tornou-se viajar para a África.

Ao comentar sobre a África, percebo que muitos lembram apenas das imagens de fome e miséria, infelizmente não podemos desconsiderar isso, mas o continente africano é muito mais que só essas imagens de sofrimento, é um local onde encontramos uma pluralidade cultural, uma vasta cama de comidas, estilos, músicas e tudo mais. Mas obvio que não posso focar o continente todo em um só texto, então resolvi foca-lo em um só país, a África do Sul.

Cidade do cabo — África do Sul

Em sua totalidade, o país é habitado por uma media de 55,91 milhões de pessoas, em uma extensão de 1.233.404 km², sendo 3.000 km banhados pelos oceanos Indico e Atlântico.

O país é um dos pioneiros em turismo responsável, onde se tem o turismo, mas se incentiva o turista a ajudar em causas sociais e ecológicas, respeitando a cultura. Um dos grandes fortes é também o turismo esportivo, onde se é encontrado diversas opções para o viajante se aventurar, que vão de cavernas ao surf.

Praia Clifton — Cidade do Cabo

Um dos grandes pontos fortes também é a culinária, que tem diversas iguarias, mas nada muito exótico, lá podemos ver que é muito utilizada a carne de cordeiro, especiarias como cravo, canela e muitos vegetais.

Para ter uma imersão um pouco maior na cultura do local, escolhi o livro A Máscara Da África: Vislumbres das crenças africanas, que é um estilo de diário de viagem, que ocorreu entre 2008 e 2009 e atravessou seis países da África: Uganda, Nigéria, Gana, Costa do Marfim, Gabão e África do Sul. O livro mostra sem julgamentos, a visão do europeu Vidiadhar Naipaul sobre uma cultura religiosa totalmente diferente de sua realidade, sendo que no país podemos conhecem religiões atualmente consideradas totalmente primitivas.

Culto EgunEgun

E essa parte religiosa da Africa me encanta, pois o candomblé que é uma das minhas paixões atuais veio de lá, o país é berço do Brasil, muito de nossa cultura veio de lá, e muita coisa ainda continua vindo, e isso é maravilhoso de se pensar, nesse lado cultural e espiritual desse vasto país.

Assim, vendo toda esta realidade do país, vendo toda essa diversidade cultural de um pais que é conhecido como nação arco-íris, me deixam cada vez mais curioso para conhecer esse país fazendo que minha intenção se torne focada em um turismo religioso por toda a África.

Like what you read? Give João Felipe a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.