Rodrigo Rahmati, do blog do Rahmati, decidiu-se por realizar um desafio literário: ler sete obras de autores independentes do Clube de Autores. E adivinhem qual foi a primeira obra que ele escolheu?

“O Arquivo dos Sonhos Perdidos”, de Rodrigo Rahmati

Quando ele anunciou o desafio, deixou claras suas expectativas: “Essa é a obra mais recente dessa lista, em publicação e em descoberta — e é de longe, para mim, a mais curiosa. Fantasia numa versão do Sertão Nordestino, com uma capa muito divertida e um título muito engraçado? Podem ter certeza que as expectativas para esse livro estão altas.”

Agora chegou o veredito. Rodrigo acaba de disponibilizar sua resenha. Recomendo visitarem o blog dele para lê-la na íntegra. Adianto aqui algumas passagens:

“(…) pensem num livro engraçado e com cenas hilárias…!”

“Como eu disse, tudo aqui cheira a Nordeste — as partes boas e as partes ruins dele — , e é tudo tão bem amarrado, tão bem descrito e “climatizado” que a verossimilhança e a veracidade que o Tiago passam são irretocáveis. Esses dois personagens são vivos, cheios de personalidade, fortes e humanos… mas não é só na construção dos heróis que o autor brilha — seus vilões, os cangaceiros, são memoráveis. “

“A trama também é muito bem trabalhada; o caminho dos personagens está entranhado com o background de forma muito bem–feita e, apesar de o livro ter quase 500 páginas, não senti “barrigas” em lugar nenhum. Tudo o que está lá tem motivos, dos flashbacks aos diálogos, das pausas para os descansos às batalhas… e aqui eu quero pontuar mais um ponto forte da obra: as próprias batalhas.”

Há muito mais na resenha. Repito: acessem o blog do Rodrigo e deixem lá um comentário! E aproveitem para também conhecer o livro dele, O Arquivo dos Sonhos Perdidos, que também está disponível no Clube de Autores.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.