Thaisy Freitas
Jun 14 · 2 min read

Pesquisa da Merchant Machine identificou o setor e tamanho das empresas que estão mais propensas a sofrer uma violação de segurança

Empresas brasileiras lideram o ranking!

Uma nova pesquisa realizada esse ano pela Merchant Machine revelou quais países setores e tamanho de empresas estão propensas a sofrer um ataque. O Brasil lidera o ranking.

A segurança de dados tem sido uma das maiores preocupações enfrentadas pelas empresas e seus clientes, com o avanço tecnológico os ataques estão cada vez mais difíceis de serem defendidos.

O tamanho de uma empresa afeta a sua segurança, pois proporcionalmente à medida que um negócio aumenta, o risco de sofrer um ataque também aumenta.

Embora as empresas maiores estejam sob maior ameaça, com 29% das empresas com mais de 50 funcionários sendo afetados por fraudes, empresas de médio porte com 10 a 49 funcionários não ficam atrás com 19% já passaram por um caso de ataque. A pequenas empresas que possuem cerca de 1 à 9 funcionários tiveram o menor percentual mas não estão imunes dos ataques, possuem o percentual de 10% de negócios afetados por ataques ou fraudes.

As empresas são alvo número um dos cibercriminosos, a pesquisa da Marchante Machine analisou e identificou os setores onde é mais comum os riscos de violações de dados, fraudes e consequentemente os danos à reputação. O setor público teve mais de 22.000 incidentes e mais de 300 violações no ano passado, o que significa que várias informações confidenciais foram expostas ou colocadas em risco.

O setor de TI sofreu mais de 1.000 incidentes e cerca de 109 violações comprovadas. Os setores hospitalar, financeiro, varejo e educação também estão na lista de setores que mais sofreram incidentes e ataques.

O setor imobiliário apresentou um dos piores números, apesar de ter 368 incidentes no ano passado, praticamente todos os incidentes ocasionaram violações concretas 338, tornando se o setor mais vulnerável e com informações confidenciais em risco.

O Brasil lidera a lista com o maior número de phishing e e-mails maliciosos, cerca de 35,7% dos e-mails enviados no ano passado eram sendo maliciosos e 61% spam.

Para realizar a pesquisa a Merchant Machine utilizou dados de spam e e-mails maliciosos do Symantec Internet Security Threat Report e os dados dos setores foram extraídos do Verizon Data Breach Investigations Report no qual foi selecionado as industrias que tiveram mais de 100 violações no ano de 2018.

A Unodata tem ajudado empresas de diferentes setores a terem dados e e-mails protegidos, fale com um de nossos especialistas em segurança de dados para saber mais.

https://www.unodata.com.br/contato

Fonte: https://merchantmachine.co.uk/business-fraud-security/

#BackupSemanal

Tudo o que você precisa saber do mundo da cibersegurança.

Thaisy Freitas

Written by

#BackupSemanal

Tudo o que você precisa saber do mundo da cibersegurança.