Bélgica | Terra da cerveja sem glúten

As maravilhosas descobertas na terra da cerveja

Ir a Bélgica era um plano, mas encontrar tanta cerveja assim nem passou pela minha cabeça. O grande objetivo da viagem era de matar a saudade da família e acompanhar o marido no tour cervejeiro. Claro que sabia que a Bélgica, assim como toda a Europa, conhece muito bem o glúten e oferece, mesmo em locais “comuns”, opções glúten free com os devidos cuidados da contaminação cruzada.

Mas para minha surpresa, em um passeio delicioso num dia chuvoso por Brugge, encontrei uma loja com nada mais nada menos 10 tipos de cervejas sem glúten. Como tinha pouco tempo e algumas cervejas não pareciam tão apetitosas financeiramente, levamos 7 cervejas para degustar. Veja que na prateleira cada cerveja tem o seu próprio copo. Infelizmente não pude comprar porque ainda iria visitar mais dois países e fiquei com medo de quebrar os copos. Mas na próxima vez vou me organizar pra trazer todos, hahahaha. vai sonhando! ❤

O passeio por Brugge por si só vale muito a pena. Uma cidade charmosa e conhecida como a Veneza Belga, Brugge fica a menos de 2 horas de Antuérpia e é possível chegar até lá de trem.

Loja cheia, mas dá pra me ver ali toda contente com a sacola cheia de cerveja!

Vamos às cervejas então?!

MONGONZO

A degustação foi iniciada pela Mongonzo uma cerveja Belga, orgânica, sem glúten, produzida com os princípios Fair Trade, um comércio justo que contribui para o desenvolvimento sustentável ao proporcionar melhores condições de troca e a garantia dos direitos para produtores e trabalhadores marginalizados (fonte Sebrae) e fabricada na Cervejaria Delirium. No Brasil é possível encontrar a Premium Pilsener com facilidade em e-commerce especializado em cerveja.

CAULIER

Uma Blonde Belgium Ale, a Caulier tem um aroma cheio de notas frutadas e ao final tem um leve amargor. Como pode ver no rótulo a cerveja indica os BPMs eque consta ser abaixo de 5. Infelizmente não encontrei sites brasileiros que vendam esta cerveja. Mas se você for a Europa pode encontrá-la em outros países além da Bélgica. O valor nos mercados e lojas especializadas por lá é de € 3,00 aproximadamente.

BRUNEHOUT

Uma cerveja Belga já conhecida por alguns brasileiros e comercializada em alguns sites a Brunehout tem 3 opções sem glúten disponíveis no mercado. Fui logo e comprei todos eles que devem ser degustados nesta ordem: blonde, amber e tripel.

Eu encontrei um vídeo do Mestre-Cervejeiro.com — A Cultura da Cerveja com um brasileiro comentando exatamente sobre essas três cervejas. Quem, que como eu aprecia uma boa cerveja, vale a pena ouvir a opinião de um especialista não celíaco.

SLAAPMUTSKE DUBBEL GLUTENVRIJ

A Slaapmutske Dubbel Glutenvrij, sem dúvida foi a minha preferida, ela tem 7,4% com uma carbonatação mais suave e um leve sabor de caramelo no primeiro gole. Infelizmente esta cerveja não encontramos no Brasil. Pela Europa é possível encontrá-la na Holanda e Portugal, além da Bélgica. Abaixo uma lista de endereços onde é possível encontrá-la:

  1. Bélgica:
    Bottle Shop: Wollestraat 13, 8000, Brugge
    Draken Geers: Ledergemstraat 7, Gent-Oostakker
    Dranken Van Eetvelde: Bokslaarstraat 88. Lokeren
  2. Portugal
    Flor de Lúpulo: R. Heróis de Quionga 66, Lisboa
  3. Holanda
    Kafé België: Oudegracht 196, Utrecht
    Bierbaum (Oud West): Jan Pieter Heijestraat 148, Amsterdam
    Sterk Avondverkoop: De Clercqstraat 1–11, Amsterdam

E aí, curtiu as dicas? Se você está programando ir para a Europa acompanhe as minhas dicas e experiências por Paris clique aqui e também aqui.
A próxima parada é Amsterdã na Holanda!

Acompanhe o blog que vem muita dica legal por aí. ❤