Por que ser um Designer Generalista?

Olá caro leitor, muito se discute por aí sobre seguir uma carreira, mas antes disso, já parou para pensar que se você for titulado como ‘profissional da área x’ no qual o principal argumento, é que você está em um nicho bem específico e também, pode comprometer ou até mesmo limitar uma possível carreira. Mesmo você sendo um designer renomado, especialista em marcas no qual foi feito muitos brands de sucesso, consegue ver uma limitação ai? Não que esse seja o core do problema, mas vamos seguindo.

Claro, você pode explorar, aprender e se divertir fazendo outras coisas, porém ao escolher uma carreira você tem que se dedicar naquilo, andando o caminho das pedras para ser bom e ter o desempenho máximo naquele Skill…e isso não é problema?

E com isso em mente vamos lá.

Esses exemplos que citei acontecem muito em carreiras muito específicas, o que é diferente do design, o que eu quero dizer com isso?

A área de design segue em varias linhas como Design de Marcas, Gráfico, Interface, Visual, Digital, Industrial e muitas outras frentes. Sendo que o objetivos de cada uma delas é diferente, obvio, porém elas partem do mesmo conceito que é o Design em si, é ai que entra o Designer Generalista.

Claro, esse jeito tem suas vantagens e desvantagens, mas se for analisar pelo ponto de onde as coisas são mais viáveis, optar pelo Design Generalista não é uma ideia ruim, é até mais recomendada que especialista, ainda mais por existir uma demanda maior, claro tendo a disponibilidade de atender varias pilares (ou até mesmo projetos) com o mesmo conceito, eu acredito que essa seja a principal vantagem.

Outra questão de projetos para Designers Especialistas é o orçamento. Os projetos fechados com esse pessoal não costuma ser caro, então pela demanda alta, trabalhando rápido com projetos pequenos, a estratégia é essa.

Vamos lá, um exemplo prático de um projeto que precise de vários pilares do próximos ao Design

Um cliente está começando um novo negócio, um aplicativo mobile de delivery de sushi's por exemplo e ele não tem nenhum material, por isso ele te contratou, o que você faz? Você atende.

Começando lá regrinha básica, tenha um bom Briefing, converse muito com o seu cliente, deixa ele explicar bem a ideia, tire todas as duvidas que você pode ter, inclusive (se necessário) explique os meios ou até mesmo sugira coisas para eles que possam ser mais viáveis do o cliente pensou inicialmente. Depois de tudo resolvido e conversado, vocês acordaram por meio de uma proposta é claro, que vai ser feito uma Marca, alguns itens impressos e a identidade visual desse aplicativo.

Consegue imaginar que esses três pilares estão bem próximos? Outro pilar que é próximo e que pode fazer parte desse projeto é o UI Design. E outro pilar bem distante desse projeto por exemplo é o Design Industrial, que não tem nada a ver e nem chega perto de atender qualquer coisa desse projeto.

Existe vários pilares que podem ser incumbidos dependendo do projeto, mas é impossível fazer uma listinha desses pilares de design sendo que cada pilar que é “criado”, um problema surge, e outro pilar precisa ser criado para resolver esse problema e por ai vai. Praticamente um loop-infinito.

Me identifiquei como um Designer Generalista, e agora?

Agora é você analisar os pilares que você tem domínio e use isso ao seu favor. Eu me identifico como Designer Generalista as vezes, acredito que o principal motivo é a demanda. No meio da área de Design como eu mencionei anteriormente, existe vários pilares, e o meu principal é o Design de Marcas ou conhecido popularmente como Branding, diria que sou até especialista nele, porém eu tenho experiencia em Design Gráfico, Identidade Visual, Comunicação Visual, Design de Interfaces (ou UI), Layouts, Design Digital, Visual, Ilustração, Direção de arte e até mesmo Fotografia. Então cada um desses pilares tem sua própria demanda e meu nível de Skill de cada um deles é confortável o suficiente (e outros regular admito) para atender muito bem.

O ponto que eu quero mostrar aqui é que as vezes uma demanda necessita ser atendida, basta você supri-la sem precisar ser perfeito. A questão mesmo é ser bem organizado, ter seu tempo de estudo e ir aumentando seu nível focando pouco a pouco em cada pilar desses dentro da área, lembrando que todos eles partem do mesmo conceito.

Afinal de contas, o que é esse “Mesmo conceito"?

Voltando lá na regrinha básica do que é Design, basicamente é resolver problemas não é? Supondo uma situação onde você enxerga um problema no qual você pode resolver, nisso você cria (ou adapta) uma ferramenta, conceito, material seja o que for para facilitar ou resolver isso.

O que você trabalhou aqui? Sua criatividade

A sua criatividade é o mais importante em todos os pilares do Design (não só neles claro, criatividade é importante para varias coisas da vida, mas enfim). Você vai analisar um problema, situação ou necessidade e vai descobrir um meio criativo de resolver aquilo criando ou adaptando alguma coisa.

Aplique essa resposta a qualquer pilar do Design e suas perguntas estarão respondidas.

Mas o Designer Generalista é o que vai resolver tudo certo? Porém pode atender pilares próximos, o que diferencia de um Designer Especialista então?

Ai que tá, o Designer Generalista é conhecido como um faz-tudo, multi-tarefa, um bombeiro e etc. Quando se tem uma agência por exemplo, que atende vários serviços (no qual não é especialista em nada) é comparada com as pastelarias, que joga o cardápio na mão do cliente para ele escolher o que ele quiser, então se você se identifica como um prepare-se para ouvir isso. Mas eu acredito que as coisas não são assim… Eu vejo que você só vai ter mais pilares e demanda para atender, ou seja, opções diversificadas de projetos.

O design tem que ser estudado, treinado e aperfeiçoado, e isso leva tempo pessoal, pastel demora cinco minutos e está pronto (e é muito bom) então se você já se titula somente um designer, independente se for especialista e generalista, já tem uma grande responsabilidade da nossa carreira em suas mãos.

“Design is not just what it looks like and feels like. Design is how it works” — Steve Jobs

Enfim, como fica o Mercado?

Vai de cada um, então qual a sua demanda? Os seus prospectos o procuram com qual necessidade? Então já tenha seu arsenal pronto. O Mercado atua bem sim, mas é como eu disse, tenha uma boa mão de obra e a recompensa vem em dobro, mas para isso é estudo e treino.

Então boa sorte nos trabalhos pessoal e até a próxima :)


OBS 1. A área de design é apenas um exemplo no qual eu sou profissional, mas claro que tem outras áreas que podem seguir o método generalista. Por exemplo Desenvolvedor (ou programador) que podem dominar varias tecnologias atendendo Frontends e Backends

OBS 2. Se você não se identificou como um Designer Generalista, recomendo que leia o meu outro artigo: Porque ser um Designer Especialista