Por que Programar em Duplas

Programação em pares, descomplicado.

É legal programar se isolando e escutando uma música bacana, mas muitas vezes tarefas difíceis são melhores resolvidas através de colaboração. A Programação em Pares é uma técnica da Programação Extrema que propõe um modo de trabalhar com a ajuda de um parceiro, aumentando a produtividade e intensificando a qualidade do código.

Empresas como: Facebook, Thoughtworks, Atlassian e Twitter, usam de alguma maneira essa técnica no seu ambiente de trabalho. Nesse texto explico como aplicar essa metodologia de maneira eficaz, para você já começar a procurar o seu par! 😁

Programação em Pares

Como usar?

Nesse modelo, duas pessoas compartilham uma tela (fisicamente ou través de algum programa como o Skype), trabalhando em uma única tarefa. Um membro atua como o piloto (usando o teclado) e o outro como o navegador (assistindo, perguntando, aprendendo e falando). Enquanto o piloto foca na sintaxe e no algoritmo, o navegador tem uma visão mais abstrata, focando no problema a ser resolvido. Durante o desenvolvimento, as duas pessoas trocam de funções periodicamente (a cada Pomodoro, por exemplo), desta maneira a atividade permanece dinâmica.

Tem coisas que faço melhor sozinha e outras que são melhores com um par. Discutir suas ideias e se comunicar com outra pessoa traz um código muito melhor no final.
Elle Meredith — Thoughtbot

Essa técnica é efetiva quando utilizada em atividades mais complexas (com desafios e problemas para serem resolvidos) ou senão em casos de aprendizagem (onde uma pessoa aprende com a outra). É importante entender quando uma atividade é melhor para ser resolvida individualmente ou com alguém, a maneira mais eficaz de saber isso é através de experimentação.

Pensar no longo termo.

Questionários apresentam que o uso dessa metodologia apresentou um maior grau de aprendizagem e uma experiência mais agradável para os seus usuários. Porém, pesquisas apontam que se você focar no resultado imediato da programação em pares, você deve se decepcionar 😕. A produtividade do desenvolvimento cai em aproximadamente 15%, devido ao aumento inicial no tempo de produção de código.

Porém, o resultado final do produto deve compensar, devido à qualidade elevada, a redução de erros e ao processo instantâneo de revisão, garantindo um resultado superior 😁.

Particularmente eu sou bem novo no mundo de programação em pares, porém obtive sempre resultados bastante positivos e agradáveis 😃. Aplico essa técnica sempre quando vejo que uma atividade será melhor cumprida utilizando-a ou quando estou aprendendo/ensinando algo. Portanto, não acho que essa metodologia deve ser utilizada sempre, necessitando experimentação e um tempo para se acostumar.

Tem alguma dúvida?

Já trabalhou com programação em pares? Deixe o seu comentário para a gente bater um papo.

Curtiu o texto?

Não se esquece de segurar o botão de palmas 👏 e compartilhar com os seus amigos.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.