Bayern vence o AEK, mas segue sem convencer

O Gigante da Baviera jogou ontem, pela quarta rodada da Liga dos Campeões e, mais uma vez, não rendeu o esperado

Nesta quarta (7) o Bayern entrou novamente em campo, pela Liga dos Campeões, e novamente deixou a desejar diante de um adversário muito, mas muito fraco. Com Neuer, Kimmich, Hummels, Boateng, Alaba, Goretzka, Javi Martínez, Müller, Gnabry, Ribéry e Lewandowski, o Bayern foi a campo e conseguiu vencer por 2–0 sem apresentar (de novo) um bom futebol.

Kovač fez algumas mudanças no time que atuou contra o Freiburg, pela Bundesliga, e não fez muita diferença. Müller, Goretzka, Ribéry e Hummels começaram jogando desta vez, e mais uma vez os 15 primeiros minutos do Bayern foram muito bons, de muito volume. Após estes 15 minutos, o volume abaixou e muito, como tem acontecido. Aos 30’, Lewandowski “achou” um pênalti, que o próprio converteu e abriu o placar: 1–0 pro Bayern. A partir daí, o jogo ficou sonolento demais, o Bayern não conseguia ser efetivo em suas investidas e assim terminou o primeiro tempo, 1 a 0.

No segundo tempo, o Bayern melhorou bastante e contou com grande participações de Müller, Gnabry e Goretzka (este para mim o melhor em campo), que pareciam ser as principais válvulas de escape do Bayern. Outro que jogou muito bem foi Jérôme Boateng (!) que vinha muito mal e irregular, ontem e contra o Freiburg, jogou muito bem.

Boateng mais uma vez conseguiu ter boa atuação, após ganhar regularidade no time titular.

Lewandowski marcou seu segundo gol no jogo e ampliou o placar para 2 a 0. Depois disso, o Bayern apenas manteve a posse de bola e não conseguiu ser objetivo em seus ataques, e assim terminou a partida: Bayern 2–0 AEK.

O Bayern mais uma vez não fez uma boa partida, de maneira geral e visto que o adversário era bem inferior.

A forma tática em que o Bayern tem jogado mais uma vez apresentou diversas falhas.

Niko precisa rapidamente consertar estas falhas que ele mesmo tem demorado a consertar, a vitória no Der Klassiker deste sábado é de suma importância para o Bayern, que, se vencer, encurta a vantagem das abelhas para apenas um ponto na liderança da Bundesliga. Que Niko consiga levar o Bayern à vitória neste sábado, caso não, as coisas vão se complicar, e muito.