Empreendedorismo mineiro

Era um dia como outro qualquer, exceto pelo taxista que me deu uma lição e tanto de empreendedorismo. “Duas por R$5, cinco por R$10”. Assim que me acomodei no seu táxi, o Sr.Genuíno foi logo me oferecendo uma palha italiana deliciosa, “para adoçar o tempo no trânsito”. Doceira que sou, claro que provei. Entre uma mordida e outra, nosso papo engatou e foi muito além do combo clima&futebol. Conversa vai, conversa vem, Sr.Genuíno me contou que atendia muitos empresários e viajantes em trânsito, fazendo habitualmente longas corridas ao aeroporto. Percebendo que seus passageiros gostavam de desabafar e pedir conselhos no trajeto, ele, com sua veia empreendedora que vai muito além de vender doces no táxi, resolveu cursar Psicologia para atender melhor os seus clientes. A primeira sessão de terapia sobre rodas é gratuita, e, se o cliente gostar, pode marcar as próximas no consultório que ele pretende abrir em breve.

Esse senso de oportunidade me lembrou outra experiência recente, lá na Alfaiataria (que é tão incrível que merece um texto a parte). Com um espaço de coworking repleto de jovens ávidos por uma boa comida, Raquel, a simpática senhora da casa dos fundos, resolveu abrir as portas de sua casa (e do seu coração) para o melhor almoço caseiro da região. O preço, entre R$10 e R$15, é imbatível, e a comida é tão boa que dá vontade de voltar todo dia. Ela mesma cozinha, e a gente serve direto do fogão e come ali mesmo, na cozinha dela.

Tem ainda o Matheus, tomador de conta que conheci quando estacionava para ir a uma das palestras super interessantes que têm movimentado a cidade. Simpático como poucos, disse que oferecia também serviço de segurança particular e que sua esposa fazia faxinas como ninguém. Precisando, só ligar para o número que em breve estará no cartão de visitas que ele está providenciando.

Por que estou contando isso? Porque me peguei pensando no tanto que as pessoas estão se reinventando, em como as oportunidades estão ai para todo mundo, basta abrir os olhos. Belo Horizonte guarda muitos tesouros, e o mais valioso deles são as pessoas que fazem a cidade acontecer.

PS: Quem quiser pegar uma carona/sessão de terapia com o Sr. Genuíno, o tel dele é 31 9103.9344. O almoço delícia fica nos fundos da Alfaiataria, na Santa Rita Durão 153 (ops, será que podia contar?), e o Matheus fica ali em frente ao Conexão Aeroporto, na Av. Álvares Cabral. ;)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.