Comunicação como ferramenta para impacto social

Nossa proposta pra essa fala é contar um pouco sobre como ampliamos a comunicação para uma ferramenta de impacto social. Contar sobre como conectamos marcas à causas em projetos que levem mensagens mais significativas para as pessoas, de modo que tragam valor e deixem um legado. Para ilustrar, levaremos exemplos de projetos independentes e cases das marcas que atendemos.

1. Nome: -> 
Francine Ramos e Manuella Graff

2. O que faz (expertise):. -> 
Trabalhamos com comunicação para gerar impacto social

3. Por que e para que o faz (benefícios do que faz): 
Porque acreditamos que a comunicação é uma poderosa ferramenta de transformação que, quando conectada à influencia das marcas e seus públicos, tem o poder de levar mensagens mais significativas para as pessoas.

4. Como faz (breve descrição da atividade): 
Encontramos as causas com as quais as empresas podem trabalhar e buscamos formas atrativas e diferentes de comunicar essas mensagens para o mundo.

5. Farei a palestra (nome da palestra): Comunicação como ferramenta para impacto social

6. Palestra sobre (tema): Comunicação e impacto social

7. Para ajudar as pessoas a (benefícios da palestra): Para inspirar as pessoas a também serem agentes de transformação a partir de uma reflexão sobre comunicação para impacto social

8. Por que as pessoas deveriam assistir a sua palestra: Para se inspirar com novas formas de ver e fazer comunicação e para despertar a capacidade de cada um em ser agente de transformação na cidade.

9. Propor uma reflexão: Quando o poder da comunicação entra o interesse público, causas vão pra frente.

Francine Ramos: Formada em Publicidade e Propaganda pela ESPM-Sul, hoje trabalha com comunicação voltada para impacto social na área de planejamento e relacionamento. Transita também entre o audiovisual e estuda formas de expressão através da imagem.

Manuela Graff: 
Depois de experienciar a publicidade tradicional, o discurso consumista não fazia mais sentido. A chave virou quando descobri que era possível fazer comunicação de um jeito mais responsável, consciente e sensível. Na Shoot The Shit, é na redação que o coração pulsa mais forte. Um mundo melhor é possível — e a comunicação é uma ferramenta poderosa nesse processo.