Ao desenvolver meu playground para o scholarship, o que eu aprendi?

Fazer projetos em um rush é algo cansativo, mas que sempre tem um grande potencial de surpreender no resultado, isso eu já sabia mas a surpresa desse foi na falha.

Geralmente gosto de projetos que usam todos os recursos oferecidos pela ferramenta usada, mas geralmente eu conheço bem a ferramenta, o que não foi o caso do Playground. Estar ali com uma ferramenta que eu mal conhecia, tentando fazer algo que usasse o máximo dela, não foi muito produtivo, a documentação sobre foi escassa, e os resultados desanimadores, tentei trabalhar com video em tempo real e falhei, em seguida comecei a criar um boneco de ragdoll com físicas, mas comecei a ter resultados inesperados e falhas que não faziam sentido, e com o relógio correndo preferi abortar novamente e fazer algo que usasse menos da ferramenta, um simples puzzle com os canais de cores de fotos, só assim comecei a ter algum sucesso. Mas infelizmente não foi a tempo de conseguir submeter o projeto para o scholarship…

Como tudo é aprendizado, não posso dizer que isso foi em vão, mas perder desse jeito uma oportunidade de ir a WWDC 2017 foi um tanto desanimador, mas Ob-La-Di, Ob-La-Da, Life goes on…

Like what you read? Give Matheus Dalla a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.