Clubes gaúchos entram na luta contra a Covid-19

Na capital e no interior, times do RS mobilizam ações para combater a crise do coronavírus

Estephani Richter
Apr 13, 2020 · 6 min read
Mesmo com a rivalidade em campo, times gaúchos se unem para diminuir os efeitos da crise. (Foto: Pixabay)

Em meio à pandemia do coronavírus, os maiores clubes de futebol realizam ações para superar a crise. No Rio Grande do Sul, estes movimentos são notáveis não só nos grandes clubes da capital, mas também do interior. Essas ações mobilizam campanhas solidárias realizadas com o intuito de ajudar pessoas que atravessam dificuldades e visam, também, diminuir o impacto econômico da crise no orçamento dos times.

Mesmo sem a bola rolando, a dupla grenal está engajada em ações que garantem desde espaços para que pessoas tenham onde se alojar, até descontos para que sócios consigam manter a mensalidade em dia. Essas iniciativas permitem a Inter e Grêmio se unirem em solidariedade, mostrando que em momentos de crise as rixas são deixadas de lado e o que prevalece é a ajuda mútua.

Em parceria, Inter e Grêmio lançam campanha para conseguir mais leitos para a Santa Casa. (Foto: Grêmio)

Mesmo sem indicações da Federação Gaúcha de Futebol, os clubes do estado já começaram a tomar decisões preventivas contra a Covid-19. No site do Grêmio foram divulgadas ações específicas como a suspensão temporária das atividades e serviços presenciais, mantendo atendimentos online e via telefone. No dia 27 de março, o clube publicou nota anunciando que todo o departamento de Futebol Profissional entraria em férias, visando minimizar os impactos econômicos para os próximos meses.

Além disso, as Gurias Gremistas também adotaram uma campanha para auxiliar o SUS. A campanha #JogaJuntoFF acontece entre atletas de futebol e futsal feminino de todo o Brasil e as doações podem ser feitas pelo link da Vakinha ou por transferência no PicPay para o @jogajuntoff. Quem participa da campanha concorre a camisetas autografadas pelas jogadoras. A escolhida do Grêmio foi a volante Kika. Ainda, o Estádio Antônio Vieira Ramos, em Gravataí, onde as meninas treinam, foi cedido para a prefeitura da cidade para que possam abrigar moradores de rua.

O Sport Clube Internacional também cedeu férias coletivas a todos os jogadores e funcionários até o dia 20 de abril. Igualmente, o clube divulgou campanhas neste período. Através da Rede Solidária estabelecimentos podem se cadastrar gratuitamente e divulgar os seus serviços, mesmo com as portas fechadas. No Drive-thru Solidário os torcedores podem efetuar doações de alimentos não perecíveis e produtos de higiene no estádio Beira-Rio, sem saírem de seus carros. Algumas das instituições que receberão estas doações são: Banco de Alimentos, Asilo Padre Cacique, Cozinheiros do Bem e Cerepal.

Outra ação está relacionada às vendas da camiseta Juntos Vencemos, com 100% dos royalties sendo doados às causas que lutam contra o coronavírus. Já, olhando para o torcedor, o Internacional estendeu o Clube de Vantagens, que antes era exclusivo aos sócios, para todos os torcedores, oferecendo descontos e oportunidades em diversas empresas cadastradas. Visando a permanência dos sócios, em parceria com a Aplub, serão realizados semanalmente sorteios em dinheiro que podem chegar a R$ 2 mil, além de chuteiras e camisas autografadas pelos jogadores.

Contudo, a principal iniciativa une os dois rivais em torno da campanha “O Gre-Nal mais importante da história”. Grêmio e Inter se uniram para arrecadar fundos que serão doados para o hospital Santa Casa com o intuito de conseguir 80 novos leitos para atendimento aos pacientes de Covid-19.

As doações podem ser feitas na conta: Banco Banrisul — Agência 0062 / Conta 06040000–98, em nome de Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre — CNPJ 92.815.000/0001–68.

Assim que a Federação Gaúcha de Futebol anunciou a paralisação do campeonato, o E.C. Pelotas liberou os atletas para voltarem para casa. Após 10 dias do último jogo, disputado contra o Esportivo, iniciaram o processo de rescisão de jogadores e da comissão técnica, que tinham contrato até o gauchão, permanecendo apenas aqueles com contrato prolongado. Além disso, todos os funcionários foram liberados para home office. Contudo, segundo a assessoria do clube, foram feitas propostas aos jogadores dispensados para voltarem após o reinício dos campeonatos.

O E.C. Pelotas também sofre com as consequências do novo coronavírus. (Foto: Tales Leal/AI ECP)

A assessoria explica que já perdeu sócios após o início da crise. Entendem que muitos estão tendo de escolher entre o pagamento do clube ou de outras contas e, por isso, estudam alternativas que facilitem a quitação das mensalidades, tanto para sócios como para conselheiros.

Mesmo com os descontos e promoções, as opiniões dos torcedores se dividem. Há quem não abandona o time mesmo em meio à crise, mas também tem quem acredita que deveria haver mais descontos nesse período.

Guilherme Vogt Rein, 25 anos, conta que é gremista desde pequeno. Ele cresceu em Ijuí e, na adolescência, sempre quis se associar ao clube e ter todas as vantagens de um sócio tricolor. Quando se mudou para São Leopoldo, em 2016, para estudar, realizou esse desejo. Ele aprovou as últimas ações do clube em relação a descontos e fretes grátis, mas pensa em deixar de ser sócio, ainda que considere não ser esse o melhor momento. “É um período que o clube também passa dificuldades e acho importante apoiar nas boas a nas ruins”, declara.

Segundo o gremista Guilherme (direita), agora não é o momento de abandonar o clube. (Foto: Arquivo pessoal)

Luiz Castro, 23 anos, natural de Cruz Alta, é sócio torcedor do Grêmio e compartilha da mesma opinião de Guilherme. Ele comenta que por ser do interior não pode estar presente com tanta frequência nos jogos disputados na Arena, mas tenta participar sempre que pode e, nem por isso, deixa de pagar a mensalidade. Ele acredita que todas as ações são importantes e afirma que não pretende deixar de ser sócio. “Enquanto eu tiver renda para pagar, continuarei sendo sócio, independente de qualquer situação”, destaca.

Já a colorada porto-alegrense Mariana Necch, 23 anos, tem uma opinião diferente. Ela conta que sempre foi colorada, mas não se interessava muito por futebol. Porém, como seu pai é fanático, acabou sendo influenciada e, desde que se tornou sócia, em 2015, tenta comparecer a todos os jogos do Beira-Rio. Em relação ao posicionamento da direção do clube, ela diz estar decepcionada, pois esperava que houvesse pelo menos um desconto na mensalidade e, por isso, poderá se desvincular do clube nesse momento. “Vou sentir em não poder contribuir financeiramente com o clube, que já enfrenta problemas financeiros há muito tempo, mas em meio à crise, outras prioridades tomam à frente”, confessa.

Katriel diz ser colorado de coração e que não vai abandonar o clube por nada. (Foto: Arquivo pessoal)

Katriel Souza, 23 anos, também é colorado e não vai abandonar o clube nesse momento. Ele já é sócio há cerca de 7 anos sempre manteve ótima relação com o clube, tendo os seus problemas resolvidos rapidamente. Ele confessa que não viu nada demais nas ações feitas pelo Inter para os sócios nesse período, porém nem por isso pensa em abandonar o time do coração. “Nós, sócios, somos uma das maiores rendas do clube e, no meio dessa pandemia, não podemos deixar de ajudar com nossa mensalidade”, declara.

Beta Redação

A Beta Redação integra diferentes atividades acadêmicas do…

Beta Redação

A Beta Redação integra diferentes atividades acadêmicas do curso de Jornalismo da Unisinos em laboratórios práticos, divididos em cinco editorias. Sob a orientação de professores, os estudantes produzem e publicam aqui conteúdos jornalísticos de diversos gêneros.

Estephani Richter

Written by

Beta Redação

A Beta Redação integra diferentes atividades acadêmicas do curso de Jornalismo da Unisinos em laboratórios práticos, divididos em cinco editorias. Sob a orientação de professores, os estudantes produzem e publicam aqui conteúdos jornalísticos de diversos gêneros.

Medium is an open platform where 170 million readers come to find insightful and dynamic thinking. Here, expert and undiscovered voices alike dive into the heart of any topic and bring new ideas to the surface. Learn more

Follow the writers, publications, and topics that matter to you, and you’ll see them on your homepage and in your inbox. Explore

If you have a story to tell, knowledge to share, or a perspective to offer — welcome home. It’s easy and free to post your thinking on any topic. Write on Medium

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store