Vestidos de baile e aprendizados para a vida

Projeto social proporciona festa de 15 anos e palestras motivacionais para meninas em situação de vulnerabilidade social

Ao longo dos anos, alguns costumes tendem a cair em desuso. Mas quando se trata de festas de 15 anos a tradição se mantém atual. Um baile para reunir a família e os amigos. Uma noite de celebração, na qual uma adolescente com um belo vestido se transforma em princesa.

É assim que onze meninas serão apresentadas à sociedade em um baile de debutantes comunitário. O projeto realizado no município de Portão, distante cerca de 40 quilômetros de Porto Alegre, é promovido anualmente e tem como objetivo principal proporcionar uma noite dos sonhos para meninas da cidade.

O baile acontece no mês de novembro, mas as jovens vêm se preparando desde maio deste ano. A comemoração é realizada com parcerias e doações de empresas, além de eventos para angariar fundos, como bingo e venda de rifas.

Palestras

O projeto é fornecido de forma gratuita para as jovens, que ganham vestido, acessórios, anel, maquiagem, cabeleireiro, entre outros mimos. Mas diferentemente de outros programas, o projeto “Uma noite dos Sonhos”, de Portão, vai mais além: proporciona uma serie de palestras e aprendizados para as garotas e suas famílias.

Palestra com psicólogas sobre resolução de conflitos fazem parte do projeto. (Foto: Lidiane Menezes/Beta Redação)

Segundo um dos responsáveis pelo projeto, Jorginho Rodrigues Flores, a ideia principal é contribuir para formação social das meninas. Por meio de palestras que ocorrem ao longo do ano, as jovens recebem noções de como viver em sociedade. Os bate-papos são ministrados por diversos especialistas, com assuntos variados. Entre eles, como solucionar conflitos em família, drogas e álcool, sexualidade, educação financeira, mercado de trabalho, além de aulas de dança e etiqueta.

Os encontros acontecem em diversos locais do município. (Foto: Comissão Organizadora)

Jader Gil Schossler participa da organização da inciativa há três anos e conta que para fazer parte do projeto as meninas precisam preencher alguns requisitos. Fichas de inscrição são distribuídas nas escolas do município e professores e direção indicam quais garotas se enquadram no perfil.

“Para participar, as meninas precisam ser de famílias de baixa renda, não podem tirar notas baixas, ter uma frequência escolar de no mínimo 75%, além de completar 15 anos no ano de realização do evento”, afirma.

Boas lembranças

Este é o quinto ano consecutivo e, ao longo das cinco edições, cerca de 70 meninas já passaram pelo projeto e todas guardam com carinho os momentos vividos.

Para Karla Gabriele Ribeiro Soares, 16 anos, que participou da edição de 2016, o projeto foi muito importante, pois além de realizar o sonho de ter uma festa de 15 anos, foi uma verdadeira lição de vida.

“Até hoje me lembro das palestras. Elas ensinaram muitas coisas para todas nós, não esqueci de nada. A palestra que mais me marcou foi com o delegado da cidade. Ele falou sobre nudes, perfis falsos e os perigos da internet”, conta.
Meninas recebem aulas de dança para que a valsa saia perfeita na grande noite. (Foto: Comissão Organizadora)

Camila de Moura de Castro, 16 anos, também debutou no projeto. Quando questionada sobre qual palestra mais a marcou, cita o bate-papo sobre como se portar no trabalho e em uma entrevista de emprego.

“A gente ainda não trabalha, mas já estamos preparadas para quando formos encontrar um emprego”, diz.

Para as duas garotas, as palestras que acompanham o projeto são importantes para o futuro, pois ensinam questões que serão levadas para a vida toda.

Uma noite de princesa

Como contam as meninas que já passaram pelo projeto, a noite do baile é a mais importante. Todas pensavam que na hora segurariam as lágrimas, mas a emoção foi demais. Para Camila, a noite de festa teve uma emoção ainda maior, já que o nervosismo antes da festa fez com que os ponteiros da balança subissem um pouco.

“No dia do baile eu tinha dado uma engordadinha e o vestido estava bem justo, então eu não podia chorar, precisei segurar a emoção para o vestido não rasgar”, conta a jovem.

Entrar em no salão decorado, usando um lindo vestido de baile e acompanhada pelos pais ou responsáveis é o ápice do projeto.

“A noite do baile é o momento de maior emoção, pois muitas delas estão realizando um sonho que talvez não se concretizasse sem o projeto”, encerra Jader.

Um rito de passagem para a vida adulta

Segundo os estudos do antropólogo Charles Arnold Van Gennep, ritos de passagem são fenômenos compostos de inserção e sociabilidade.

E o baile de debutantes é uma espécie de rito, pois teoricamente marca a fase onde a menina se transforma em mulher. Nos tempos passados, a ideia de um baile de debutantes era apresentar as jovens para a sociedade e assim encontrar um bom pretendente para casar. Mas nos dias atuais, o glamour dos bailes tem como objetivo principal festejar uma data importante na vida da jovem, que lembrará para sempre dessa comemoração tão especial.

As jovens que irão debutar em 2017. (Foto: Comissão Organizadora)

Para patrocinar o evento ou doar

As jovens participantes estão arrecadando fundos para o evento. No dia 29 de setembro de 2017, acontece o Bingo em prol da noite dos sonhos. Para mais informações sobre como patrocinar este evento, entre em contato com a Comissão Organizadora:

Jader 51 980502437

Jorginho 51 997282968

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lidiane Menezes’s story.