Tantos sabores, tantos copos: Qual é o certo para cada cerveja?

Do mesmo modo que existe centenas de cerveja, existe centenas de copos. Hoje em dia, já é de conhecimento geral que para cada família/estilo de cerveja existe um copo especial para a degustação. Óbvio, ninguém vai morrer se não tomar a cerveja no seu respectivo copo, mas essas dicas são válidas, pois destacam melhor a característica de cada chope artesanal.

Fonte: Google Imagens

Caneca/Mug/Seidel/ Stein — Quando você pensa em Oktoberfest, automaticamente vem na mente aquelas canecas de 1 litro de chope dos alemães! Tecnicamente essas são chamadas de Mass/Seidel. As canecas podem ter diversos tamanhos e feitas de diversos materiais (vidro — é a mais recomendada para não influencias no sabor da cerveja — , cerâmica ou metal), mas seu sucesso é sempre pela alta quantidade de cerveja que pode ser servido nela! Ela é indicada para as cervejas servidas na pressão, para chopes e ideias para cervejas como: American Amber Ale, Roggenbier, Sahti, Irish Red Ale, Scottish Ale, Bock, Doppelbock, German Classic Pilsner, Bohemian Pilsner.

Caneca/Mug/Seidel/ Stein Fonte: Google Imagens

Copo Weizen — O melhor jeito de se tomar a sua Witbier é em um copo de vidro fino, elegante e comprido. Normalmente suportam meio litro de cerveja e são indicadas para beber: Dunkel Weizen, Gose, Weizenbock ou Hefe Weizen. Nesse copo é possível admirar a cerveja como um todo: suas cores, a correta expansão e desenvolvimento da cremosa espuma e intensificação do aroma graças a sua boca mais larga que a base.

Copo Weizen Fonte: Google Imagens

Copo Cilindro/Stange — Copo fino e pequeno é indicado para cervejas delicadas, normalmente as de frutas, por conseguir fazer a concentração do aroma. O cilindro é apropriado para a cerveja estilo Rauchbier, Altbier, Kolsch, Lambic-Faro, Lambic-Unblended.

Copo Cilindro/Stange Fonte: Google Imagens

Copo Flauta/Flute — Esse é aquele copo que utilizamos para beber champanhe ou espumante, mas algumas cervejas são muito melhores degustadas nele, como aquelas feitas com o método “champenoise” (o mesmo da tradicional produção de champanhe) e as raras cervejas de fermentação espontânea. Por ser um copo esguio, ele não deixa o gás se dissipar com rapidez e é possível admirar a cor e o corpo da cerveja. É indicada para os seguintes tipos de cerveja: Vienna, Schwarzbier, Lambic-Fruit, lambic-Gueuze, Bière Brut.

Copo Flauta/Flute Fonte: Google Imagens

Copo Pint/Becker/Tumbler — Copo simples, barato, com desenho universal, comporta grande quantidades e é indicado para uma grande gama de tipos de cerveja: Smoked, Marzen/Oktoberfest, Steam Beer, Malt Liquor, Winter Warmer, Bitter e Pumpkin Ale, Witbier, Bitter, Stout, entre outras. Esse copo por ser robusto e difícil de quebrar é muito popular em bares.

Copo Pint/Becker/Tumbler Fonte: Google Imagens

Copo Pilsner — Esse é um copo coringa para se utilizar na falta de outros, mas é indicado especialmente para tomar cerveja do estilo Pilsen. Esse copo possui formato de cone/cilindro, o pé grosso e curto, boca larga, que permite manter a cerveja viva, possibilita a formação de uma boa espuma, além de facilitar o direcionamento do aroma do lúpulo para o nariz. A Pilsner também é indicada para os seguintes estilos: American Macro Lager, Happoshu, German Classic Pilsner, European Strong Lager e Witbier.

Copo Pilsner Fonte: Google Imagens

Copo Lager — No Brasil, é o modelo mais utilizado para servir chope. Possui o corpo alongado, estreitamento na bica que ajuda a reter os aromas, além de contribuir para a formação e manutenção do creme. Indicado para servir Pilsen, American Lager, Dunkel e Vienna Lager.

Copo Lager Fonte: Google Imagens

Copo Snifter — Este aqui é ideal para cervejas fortes, pois é excelente para capturar os aromas e ajudar na sua preservação. Possui estreitamento no topo que ajuda reter o buquê e a base larga e arredondada que pode ser tomada nas mãos para transferir o calor e volatilizar os aromas. Indicadas para beber as cervejas estilo: Eisbocks, Barley Wine, Old Ale e Russian Imperial Stout.

Copo Snifter Fonte: Google Imagens

Cálice/Goblet — Conhecida por ter dourado no rebordo e letras gravadas no vidro que ás vezes chegam a ser em relevo, esse tipo de copo é perfeito para beber as famosas trapistas belgas. Por ter a boca larga, é recomendado as cervejas bastante aromáticas e intensas, a haste longa evita que a bebida seja esquentada pelas mãos, além de ajudar a apreciar as cervejas corretamente, ou seja, de forma lenta. O cálice é perfeito para as Abbey Dubbel, Abbey Triple, Belgian Strong Ale e Flemish Sour Ale.

Cálice/Goblet Fonte: Google Imagens

Copo Tulipa/Tulip — Esse elegante copo arredondado é indicado para beber os seguintes estilos de cerveja: Scotch Ale, Saison, Bière de Garde e Belgian Strong Ale. Além de capturar bem os aromas, ele é indicada para as cervejas que geram bastante espuma.

Copo Tulipa/Tulip Fonte: Google Imagens

Copo Caldereta/ Shaker — Esse é um copo super versátil que comporta um pouco mais de 300ml. Ele permite degustar desde Lagers claras, passando por IPAs, Bitter e chegando em Porter e Stout, ou seja, tanto cervejas leves quanto as mais encorpadas.

Copo Caldereta/ Shaker Fonte: Google Imagens

Copo Americano — Criado em 1947 no Brasil, é ideal para American Lager. Esse é aquele copinho que sempre se encontra em botecos para se tomar aquela cervejinha sem culpa.

Copo Americano Fonte: Google Imagens

Pote de Geleia — Servido geralmente a American IPA, esse copo se transformou famoso nos EUA, sendo oficializado em 2013 como o copo do IPA Day Brasil. Ele é usado unicamente pela estética, pois não acrescenta em nada na análise sensorial da bebida.

Pote de Geleia Fonte: Google Imagens

Copo Pokal — Um copo versátil, arredondado e com boca estreita, é indicado para beber Lagers em geral e algumas Bock e Witbier.

Copo Pokal Fonte: Google Imagens

Copo Thistle — Por ter sua base abaulada facilita o aquecimento da cerveja por proporcionar um bom encaixe da mão no copo, por isso é ideal para cervejas tipo Schotch Ale em geral.

Copo Thistle Fonte: Google Imagens

Taça ISO — Quando se há dúvidas em qual copo é melhor degustar tal cerveja, a melhor opção é usar a ISO (International Standards Organization), na qual é adotada como padrão internacional em sessões de degustação de vinho ou cervejas.

Taça ISO Fonte: Google Imagens

Copo Yard — Lembrando um tubo de ensaio, esse copo não tem pé, por isso se utiliza um suporte de madeira quando a pessoa não quer mais segurá-lo. Ele é utilizado, em sua maioria, em competições, quando quer se beber muito em pouco tempo.

Copo Yard Fonte: Google Imagens

Essa são algumas dicas para tornar a degustação de cerveja em um momento mais enriquecedor! Não deixe de tomar sua cerveja se não possuir o copo certo, mas fique atento para sempre melhorar sua experiência como cervejeiro :)