FullStack: A Cultura da empatia que traz resultados

Como por um mantra, Generalistas e Especialistas vem sendo condicionados a acreditar que essa é uma escolha binária, seja pela imensa dificuldade de encontrar um lugar que propicie o foco ou aquele, que valorize a diversidade de experiências.

Ainda que sem um processo formal de investigação, arrisco a dizer que tem sido a Era da informação o fator preponderante, disruptivo e potencializador das liberdades de escolha.

E se é, na pluralidade das possibilidades de ser que os indivíduos se forjam profissionais, talvez sejamos todos Generalistas by design.

Na Tecnologia não seria diferente, como em um processo sistemático de formação, profissionais mantém a crença que é através do foco rigoroso em determinadas tecnologias, em detrimento de uma ampla e vasta gama de experimentações que serão capazes dos melhores resultados, e por consequência ser reconhecidos como Especialistas.

Esta linha de raciocínio vem sendo, e neste ponto novamente de forma empírica, desconstruída por um conjunto crescente de necessidades que são próprias das empresas, a busca pela eficiência que dia-a-dia esbarra nos fatores humanos, como a socialização e a comunicação.

“Nem tudo é Rocket Science”, esta expressão frequentemente utilizada por profissionais de Tecnologia diz muita coisa, expressa de forma simples e direta o vácuo de entendimento entre a expectativa de formação dos Especialistas e a sua posterior satisfação no mercado de trabalho.

Sendo a inovação constante a maior vantagem competitiva que uma empresa pode ter, podemos acreditar que é só fomentando a diversidade de opniões, e a pluralidade das experiências, que a criatividade emerge como alicerce.

Neste ponto, seguindo como por uma terceira via, profissionais FullStacks veem dia-a-dia se destacando no mercado de Tecnologia, e aqui na Bionexo não seria diferente.

Uma nova geração de profissionais que se intitulam FullStack, e outros nem tão jovens, procuram não renegar a experimentação, valorizam o aprender plural e se moldam com os mais diversos interesses, como Física, Processo, Matemática, Gastronomia, Administração, Economia, Finanças, Business, Gestão de Pessoas, Gestão de Produtos e muitas outras, menos ou mais sutis.

Há quem defenda, especialmente em empresas de serviço, um ambiente mais controlado onde a diversidade de soluções tecnológicas adotadas são sempre em menor número. Com o receio de incorrerem em algum Risco Operacional aplicam controles, que aos poucos estrangulam a tão desejada criatividade e matam a competitividade.

É por esse, e muitos outros motivos que a imposição de uma linguagem de programação ou tecnologia específica em 99% dos casos, não apenas não faz sentido como, é um sinal que algo vai muito mal.

Quando um profissional, especialmente de tecnologia valoriza em sua carreira a diversidade de experiências, ele por consequência direta adota um discurso empático e traz pra si a responsabilidade sobre a harmonia, o dinamismo e a fluidez nas relações humanas.

Parece complexo mas não é, imaginem os seguintes exemplos:

Quando um Desenvolvedor que também já foi um Founder, vislumbra uma possibilidade de negócio e a transcreve para o seu colega Analista de Novos Negócios, ele escolhe fortalecer uma cultura de criatividade, inovação e possibilidades.

Quando um Administrador DevOps que desenvolve frequentemente é acionado em um outage por um Bug no Produto, e proativamente propõe soluções definitivas a equipe de desenvolvimento, ele escolhe agregar e fortalecer.

Quando um Product Owner escreve uma US, e o Desenvolvedor experiente que também já foi QA verifica que existem critérios de aceite que precisam ser reescritos, ou detalhes que precisam ser explicitados e proativamente conversa com o Product Owner, ele escolhe arredondar as arestas.

São diversas as possibilidades combinatórias, como Business, com Marketing, com Produto, com Operações, e muitas outras que frequentemente se beneficiam desta visão cultural.

FullStack pode até ser um Buzzword mas, Empatia certamente não é.

A Bionexo é um empresa que valoriza a diversidade, possibilita e incentiva a frequente interação entre as áreas.

Se você se interessou pela iniciativa e pelo modelo de trabalho da Bionexo, venha fazer parte do nosso time, estamos contratando! :) Envie email para Renato Guimarães — rguimaraes@bionexo.com

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.