Como viver de projetos?

Muito se fala aí sobre viver de sonhos, viajando, conhecendo lugares lindos e etc. E eu já falei mais de uma vez que acho isso bela de uma balela. Nem todo mundo nasceu para as instabilidades que você largar um emprego fixo (não que empresas sejam os lugares mais estáveis do mundo) e viver de projetos.

Mas com o fim de mais um ano assim, decidi falar um pouco sobre como é PARA MIM viver assim. Já deixo claro: isso sou eu, ok? A minha experiência nesses quase quatro anos vivendo dessa maneira.

1.Respire sempre

Não é simples. Tem fases boas e fases BEM ruins. E você tem que encontrar o equilíbrio nessa instabilidade toda. Então não se deslumbre quando as coisas estiverem boas (e eu fiz isso, admito) e não surte muito quando estiver muito ruim. Crie um padrão médio para você e tente viver dentro dele o máximo possível (a não ser que você curta viver perigosamente, daí se joga na loucura!).

2.Antenas sempre ligadas

Quem fica parado é poste. Sempre surgem novas tendências, novas ferramentas, novos tudo. Ficar sempre de olho é fundamental para captar aquilo que serve para você e aquilo que não serve. Selecionar é fundamental para você estar sempre dentro da moda, mas mantendo a essência do que você é e faz.

3.Invista na diversidade

Eu gosto de criar coisas novas. Exercer a minha criatividade em cima das tendências é muito legal. Mas se eu só andar com gente igual a mim, de nada serve. No máximo eu vou conseguir criar um sindicato. Conheça gente de áreas distintas, interesses distintos, aptidões distintas e consiga criar sempre coisas mais legais.

4.Nunca deixe de sonhar

NUNCA! Em momento algum. Até nos momentos mais difíceis, sonhar é preciso. A rotina bate forte para absolutamente todo mundo. E se você se deixar levar, vai perder a maior força motriz que você pode ter. Então trate de sempre ter algum novo sonho para correr atrás. E seguir vivendo. =)


Originally published at andresobreiro.com.br.

Like what you read? Give André Sobreiro a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.